Estresse e Ajustamento Conjugal de Casais com Filho(a) com Síndrome de Down

Nara Liana Pereira-Silva

Resumo


O presente estudo teve o objetivo de investigar estresse e ajustamento conjugal em 19 casais com
um(a) filho(a) com síndrome de Down. As crianças tinham entre quatro e dez anos, sendo 11 do sexo
masculino e 8 do sexo feminino. Utilizou-se o Questionário de Caracterização do Sistema Familiar,
Dyadic Adjustment Scale em seu formato traduzido para a língua portuguesa do Brasil (Escala de
Ajustamento Diádico) e o ISSL para adultos. As mães são mais acometidas pelo estresse (n=11) do
que os pais (n=7). Todas as mães percebem seu relacionamento conjugal como ajustado e somente
dois pais o percebem como desajustado. Não foram encontradas associações significativas entre
escores da EAD, sexo e idade dos genitores; e tempo de convivência do casal.

Palavras-chave


estresse; relação conjugal; síndrome de Down; família

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/psi.v19i2.32747

Direitos autorais 2016 Interação em Psicologia