Interação Mãe-Bebê: Um Processo de Descobertas

Dorian Mônica Arpini, Edinara Zanatta, Rafaela Quintana Marchesan, Suane Pastoriza Faraj, Carolina Sarzi Ledur, Caroline de Oliveira Mozzaquatro

Resumo


EConsiderando a importância que as primeiras experiências têm para a constituição psíquica e tendo como referência que elas ocorrem a partir das relações parentais, este estudo objetivou compreender os aspectos que indiquem saúde e bem-estar na relação mãe-bebê, tendo como foco os momentos de amamentação, choro, comunicação e interação entre a díade. Foram realizadas observações e uma entrevista com as mães. Os resultados foram obtidos através da análise de conteúdo e apontam a presença dos indicadores do instrumento IRDIs na relação entre a díade, evidenciando um saber das mães sobre seus filhos. As considerações finais destacam a importância da relação mãe-bebê e sugerem a inclusão dos Indicadores Clínicos de Risco ao Desenvolvimento Infantil em serviços de atenção primária em saúde.


Palavras-chave


relações mãe-filho; desenvolvimento infantil; relações familiares; atenção à saúde; psicologia da criança

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/psi.v19i1.32503

Direitos autorais 2016 Interação em Psicologia