Análise dos Itens da Escala de Aconselhamento Profissional (EAP) pelo Modelo de Rasch

Dario Cecilio Fernandes, Ana Paula Porto Noronha, Rodolfo Augusto Matteo Ambiel

Resumo


Esta pesquisa teve como objetivo analisar os itens da Escala de Aconselhamento Profissional segundo
o modelo de Rasch, enfocando principalmente o funcionamento diferencial dos itens em relação ao
tipo de escola (particular ou pública). Participaram 615 estudantes do ensino médio (68% do sexo
feminino) de instituições do interior do estado de São Paulo, sendo 179 de escola privada e 436 de
escola pública, com idades variando entre 14 a 27 anos e média de 16,36. Os resultados mostraram
que os itens tiveram, em geral, valores adequados de ajuste. Em relação à análise de DIF, observou-se
que 20 itens estavam enviesados, sendo que o favorecimento ao tipo de escola mostrou-se
relativamente equilibrado. Sugere-se uma análise mais aprofundada dos itens, para verificar se é
necessária a separação da escala em duas versões, ou até mesmo se esse viés é parte do constructo.


Palavras-chave


orientação profissional; avaliação psicológica; testes psicológicos

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/psi.v19i3.30889

Direitos autorais 2016 Interação em Psicologia