Compreensão do Distúrbio Psicossomático a Partir da Vivência de Médicos

Vera Lucia Pereira Alves, Tatiana Gomez Espinha

Resumo


Com o objetivo de conhecer a vivência de médicos no atendimento de pacientes por eles considerados psicossomáticos, foi realizada uma pesquisa qualitativa de perspectiva fenomenológica em que quatro profissionais foram entrevistados. Como resultado, os médicos não referiram formação teórico-prática sobre o tema, mas apontaram para um conhecimento construído a partir de suas experiências clínicas, em função de como entendem: a formação do sintoma; a caracterização destes pacientes e as doenças consideradas psicossomáticas e o tratamento vislumbrado. Estes médicos refletiram o mesmo mosaico conceitual encontrado entre os estudos científicos de psicossomática os quais revelam a temática atravessada pelo raciocínio determinista do modelo biomédico. Conclui-se que novos modelos são necessários tanto no campo da medicina como da psicossomática.


Palavras-chave


medicina psicossomática; relações médico-paciente; educação médica; pesquisa qualitativa

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/psi.v18i1.29853

Direitos autorais