A Escrita de Cartas em Psicoterapia de Grupo

Ludoana Pousa Corrêa de Paiva, Emerson Fernando Rasera

Resumo


Esse estudo investigou o uso de conceitos e práticas terapêuticas construcionistas sociais na escrita de
cartas em sessões de psicoterapia de grupo. Ele se baseou, especificamente, na ilustração dos
procedimentos propostos por Chen para a redação das cartas. Para tanto, foram realizadas 12 sessões
grupais, com dez participantes, e utilizadas cartas terapêuticas. Observamos que os procedimentos de
linguagem propostos são úteis para a construção de novas narrativas, bem como identificamos a
necessidade de procedimentos que visem fortalecer o senso de grupalidade. Concluímos que os
procedimentos utilizados oferecem transparência e visibilidade ao modo de redação da carta, além de
servirem como um orientador para os interessados em escrever cartas terapêuticas.


Palavras-chave


comunicação escrita; psicoterapia de grupo; processo grupal; construcionismo social

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/psi.v19i3.28956

Direitos autorais 2016