Ansiedade, Depressão e Qualidade de Vida de Pais no Tratamento da Paralisia Cerebral Infantilão dos filhos portadores de paralisia cerebral

Lorena Mirele Pereira, Marina Kohlsdorf

Resumo


A Paralisia Cerebral é uma disfunção sensorial e motora que exige dos pais intensos cuidados com o
filho. Este estudo avaliou a depressão, ansiedade e qualidade de vida de 27 pais de crianças portadoras
de Paralisia Cerebral. Foram utilizados dois questionários (Inventários Beck de Ansiedade e
Depressão) e um roteiro de entrevista. Os resultados mostraram que dezoito participantes
apresentaram ansiedade leve ou mínima e a depressão foi verificada em dez pais. As entrevistas
destacaram dificuldades de ordem financeira e profissional como moderadoras relevantes da
adaptação ao tratamento. Tornam-se necessárias ações em políticas públicas que possam minimizar os
custos operacionais e dificuldades financeiras associados ao tratamento da paralisia cerebral.

Palavras-chave


paralisia cerebral; depressão; ansiedade; qualidade de vida

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/psi.v18i1.28823

Direitos autorais