Valores pessoais, vínculos com a carreira e comprometimento organizacional.

Mauro Oliveira Magalhães

Resumo


Foram investigadas as relações entre valores pessoais e vínculos do indivíduo com a carreira e com a organização de trabalho. Uma amostra de 209 trabalhadores, 116 homens e 93 mulheres, de diversos segmentos do setor terciário, responderam a medidas de comprometimento organizacional afetivo, comprometimento e entrincheiramento na carreira, e o Inventário de Valores de Schwartz. Análises de regressão revelaram que valores individualistas foram preditores do comprometimento com a carreira e valores coletivistas foram preditores do vínculo organizacional. Foram preditores positivos de entrincheiramento o poder e a tradição, e preditores negativos a autodeterminação e a benevolência. Os dados sugerem que diferentes focos e bases do vínculo indivíduo-trabalho estão associados a diferentes prioridades axiológicas.


Palavras-chave


valores; comprometimento organizacional; atitudes do empregado

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/psi.v17i2.26431

Direitos autorais