Validade Preditiva do Teste de Associações Implícitas (TAI) para prognóstico de Comportamentos de Consumo

Alberto Filgueira, Pedro Pires

Resumo


A preferência implícita e o estereótipo atrelado à marca podem definir a tomada de decisão durante um processo de compra. Com o objetivo de estudar a validade preditiva do Teste de Associações Implícitas (TAI) em medir atitudes de consumidores frente a duas marcas, conduzimos três experimentos. Os Experimentos 1 e 2 revelaram atitudes implícitas e explícitas dos participantes. O Experimento 3 simulou uma tarefa de consumo por computador. Conduzimos uma regressão linear simples para identificar se os resultados do TAI e da técnica de Estimativa de Magnitude foram estatisticamente eficazes para prognosticar os comportamentos simulados de consumo. O resultado permitiu esboçar as evidências da validade preditiva do TAI em prognosticar as atitudes dos consumidores e seus comportamentos de consumo.

Palavras-chave: estereótipos; consumidor; Teste de Associações Implícitas; estimativa de magnitude. 


Palavras-chave


estereótipos; consumidor; Teste de Associações Implícitas; estimativa de magnitude

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/psi.v16i2.25242

Direitos autorais