A Sexualidade Depois da Lesão Medular: Uma Análise Qualitativa-Descritiva de Uma Narrativa Biográfica

Ana Cláudia Bortolozzi Maia

Resumo


Esta pesquisa qualitativo-descritiva investigou aspectos da sexualidade, a partir da análise de conteúdo, em uma narrativa autobiográfica de uma jovem com lesão medular adquirida. As categorias analisadas nos resultados foram: (1) Mudanças cotidianas decorrentes da deficiência adquirida, (2) Reconhecimento da identidade de deficiente e (3) Manifestações afetivas e sexuais depois da deficiência. A lesão medular pode influenciar diretamente a vida sexual, mas não impossibilita a expressão da sexualidade. A percepção de um corpo erótico e desejável relacionou-se ao suporte emocional familiar e à autoestima. A narrativa explicita que a sexualidade é um aspecto importante na reestruturação da vida após a lesão medular e, portanto, o aconselhamento sexual deveria ocorrer na reabilitação da pessoa com deficiência.

Palavras-chave: sexualidade; deficiência física; lesão medular. 


Palavras-chave


sexualidade; deficiência física; lesão medular

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/psi.v16i2.21212

Direitos autorais