Processamento Cognitivo no Transtorno de Estresse Pós-Traumático: Um Estudo Teórico

Gabriela Sbardelloto, Luiziana Souto Schaefer, Beatriz de Oliveira Meneguelo Lobo, Renato Maiato Caminha, Christian Haag Kristensen

Resumo


O presente artigo discute o processamento cognitivo no Transtorno de Estresse Pós-Traumático (TEPT) através das teorias mais relevantes relacionadas ao desenvolvimento e manutenção do TEPT: Teoria dos Dois Fatores, Teoria do Processamento Emocional, Teoria da Representação Dual e Teoria Cognitiva de Ehlers e Clark. A partir disso, discute-se a relação entre o processamento cognitivo da experiência traumática e o desencadeamento, a manutenção e o agravamento dos sintomas pós- traumáticos. As abordagens apresentam modelos explicativos sobre o processamento da memória traumática, enfatizando fatores que ocorrem antes, durante e depois do trauma. Verifica-se a necessidade de pesquisas empíricas acerca do processamento cognitivo no TEPT, esforço que vem a contribuir com hipóteses explicativas mais precisas que implicam em intervenções efetivas no TEPT.

Palavras-chave: transtorno de estresse pós-traumático; processamento cognitivo; implicações clínicas. 


Palavras-chave


transtorno de estresse pós-traumático; processamento cognitivo; implicações clínicas

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/psi.v16i2.18934

Direitos autorais