MULHERES NA POLÍTICA: UM ESTUDO NA CÂMARA MUNICIPAL DE UMA CIDADE DO SUL DE MINAS GERAIS

Jéssica de Martins Sampaio, Mariane Ferreira Pinto de Paula, Adílio Renê Almeida Miranda

Resumo


A representação das mulheres na política brasileira ainda é baixa se comparada a dos homens. Mesmo com a política de cotas nas candidaturas pelos partidos políticos, elas ainda não têm conseguido se eleger na mesma proporção em que se candidatam. Além disso, para aquelas que se elegem, há outros desafios advindos de desigualdades históricas vivenciadas por mulheres. Nesse sentido, este estudo tem como objetivo discutir a inserção e vivência de mulheres na política, no legislativo de uma cidade do sul de Minas Gerais, na perspectiva dos vereadores e vereadoras. O referencial teórico trata do significado de representação e participação feminina, bem como sobre a inserção das mulheres na política e a busca pela igualdade de gênero. A pesquisa é de natureza qualitativa. Para coleta de dados foram realizadas cinco entrevistas semiestruturadas com três vereadores, uma vereadora e uma ex-vereadora. A análise dos resultados foi feita por meio da análise de conteúdo. Os resultados mostram que os entrevistados não têm consciência quanto ao processo histórico e social de desigualdades vivenciado por mulheres e a importância da política de cotas, que visa minimizar essa questão.


Palavras-chave


Mulheres na política; cotas; legislativo

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/recp.v7i1.45732