EM BUSCA DO PARTIDARISMO: UM ESTUDO SOBRE O HGPE PARA DEPUTADO FEDERAL NAS ELEIÇÕES DE 2010

Geison da Cunha Ferreira

Resumo


O objetivo central do artigo é analisar o papel dos partidos políticos no Horário Gratuito de Propaganda Eleitoral (HGPE) para a Câmara dos Deputados (CD), no Estado do Rio Grande do Sul, quinto maior colégio eleitoral do Brasil, na eleição de 2010. Nossa análise empírica tem como ponto de partida os estudos de Schmitt et al. (1999), Albuquerque et al. (2008) e Dias (2009). O diagnóstico baseia-se, assim, na construção da imagem partidária durante a campanha eleitoral pela televisão e na distribuição do tempo de TV pelos partidos entre os candidatos. O método utilizado na pesquisa foi o quantitativo, com base na propaganda eleitoral de 11 (onze) partidos, todos com representação na CD durante a legislatura de 2007 a 2011.  Os resultados finais indicam a forte presença de referências partidárias nas campanhas de PT e PTB e a distribuição homogênea do tempo de televisão na maioria dos partidos, com exceção de partidos menores como PSB, PCdoB e PSOL.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/recp.v6i1.39023