AVALIAÇÃO DOS EFEITOS DA APLICAÇÃO DE BASALTO MOÍDO NA FERTILIDADE DO SOLO E NUTRIÇÃO DE Eucalyptus benthamii

Alinne da Silva, Jaime Antonio de Almeida, Catiline Schmitt, Cileide Maria Medeiros Coelho

Resumo


Considerando a necessidade de avaliar a eficácia do pó de basalto como fonte de nutrientes e o efeito da adição de estercos animais sobre a dissolução desses materiais, foi instalado um experimento em casa de vegetação. Os tratamentos aplicados foram: controle; adubação convencional; 10,0, 20,0, 50,0 e 100,0 t.ha-1 de pó de basalto; e as mesmas doses de pó de basalto associado ao esterco bovino. Os tratamentos foram testados em mudas de clone de Eucalyptus benthamii. Todos os tratamentos foram comparados ao controle pelo teste de Duncan. A aplicação de pó de basalto promoveu aumento no valor do pH do solo para todas as doses. Os teores de Mg e Si trocável no solo foram maiores nos tratamentos com pó de basalto associado ao esterco bovino, o qual demonstrou ser um material que interfere na dissolução dos minerais e liberação desses elementos. O pó de basalto, em associação ou não com esterco bovino, conferiu teores de K nas folhas maiores que o tratamento controle. Conclui-se que doses a partir de 20 t.ha-1 de pó de basalto associadas ao esterco bovino apresentaram efeito no pH do solo e podem ser utilizadas como fonte de Mg, Si e K.


Palavras-chave


Rochagem; minerais; fontes de nutrientes.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/rf.v42i1.26300

Revista FLORESTA
ISSN Eletrônico 1982-4688
fone: 41 3360 4219
revista.floresta@gmail.com

Conteúdos do periódico licenciados sob uma Licença Creative Commons 4.0 Internacional (CC BY 4.0)