AVALIAÇÃO DE DIFERENTES NÍVEIS DE DESBASTE NAS PROPRIEDADES DA MADEIRA E DO CARVÃO VEGETAL DE Eucalyptus grandis x Eucalyptus urophylla

Aylson Costa Oliveira, Maria Fernanda Vieira Rocha, Bárbara Luísa Corradi Pereira, Angélica de Cássia Oliveira Carneiro, Ana Márcia Macedo Ladeira Carvalho, Benedito Rocha Vital

Resumo


O presente trabalho teve como objetivo avaliar os efeitos de diferentes níveis de desbaste nas propriedades físicas e químicas da madeira e do carvão vegetal de híbrido de Eucalyptus urophylla W. Hill ex Maiden x Eucalyptus grandis S. T. Blake. O experimento foi instalado em um talhão de uma empresa do setor florestal, que foi dividido em quatro faixas, representando os níveis de desbaste de 0, 20, 35 e 50% aplicados ao povoamento aos cinco anos. Foram coletadas 3 árvores de cada tratamento, 62 meses pós-desbaste. Determinou-se densidade básica, poder calorífico superior (PCS) e composição química da madeira, os rendimentos gravimétricos além da densidade aparente, PCS e composição química imediata do carvão vegetal. A madeira apresentou características tecnológicas satisfatórias para produção de carvão vegetal, sob os diferentes níveis de desbaste, porém estes não influenciaram de maneira significativa as propriedades físicas e químicas doccarvão vegetal.


Palavras-chave


Qualidade da madeira; carbonização; práticas silviculturais.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/rf.v42i1.26297

Revista FLORESTA
ISSN Eletrônico 1982-4688
fone: 41 3360 4219
revista.floresta@gmail.com

Conteúdos do periódico licenciados sob uma Licença Creative Commons 4.0 Internacional (CC BY 4.0)