A indústria petrolífera na visão da Nova Economia Institucional: o caso da Petróleos de Venezuela (PDVSA)

Romina Batista de Lucena de Souza, Nali de Jesus de Souza, Stefano Florissi

Resumo


Este artigo analisa as estratégias de crescimento da empresa Petróleos de
Venezuela (PDVSA) à luz da teoria da organização industrial. No segmento upstream,
as associações da PDVSA são feitas na exploração e produção de petróleo na Venezuela,
o que ampliou a posição competitiva da empresa através de economias de escala,
acesso a novas tecnologias e equipamentos, compartilhamento de riscos, custos
e lucros. No segmento downstream, a integração ocorre através de jointventures
nas atividades de refino, estocagem, distribuição e comercialização de derivados.
Essas estratégias consolidaram a indústria petrolífera venezuelana através de uma
estrutura verticalmente integrada por associações, seguindo a lógica apontada pela nova economia institucional.

Palavras-chave


economia industrial; Nova Economia Institucional; Petróleos de Venezuela; integração vertical; custos de transação; industrial economics; New Institutional Economics; Petróleos de Venezuela; Vertical integration; transaction costs

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/re.v34i1.11553

Direitos autorais

-----------------------------------------------------------

Revista de Economia
ISSN 0556-5782 | e-ISSN 2316-9397

Indexadores (Bases, diretórios e portais)
ARDI | Cite Factor | Diadorim | Dimensions | EZB | Genamics | Google Scholar | Journal 4-free | Latindex | LivRe | Open Air | Periódicos CAPES | ROAD | Socol@r | Sumários | World Wide Science