D’Alembert: um conciliador de contrários no século das luzes

Pedro Fernandes Galé

Resumo


O texto busca apresentar D’Alembert e sua tentativa de conciliar o empirismo em voga no círculo dos enciclopedistas e o empreendimento racionalista de Descartes. Com esse espírito geométrico, o autor do “Discurso preliminar” da Enciclopédia pareceu buscar a conciliação de forças contrárias que se digladiavam no seio do período da ilustração. Nesse registro entre o racionalismo e o empirismo ilustrado o autor se viu diante de grandes questões de seu tempo. Sua relação crítica com a tradição metafísica se mantém na chave do círculo dos Philosophe, mas ainda assim o autor buscou manter o espírito geométrico dos grandes sistemas metafísicos do século anterior, o que o levou a uma relação muito interessante com as noções envolvidas no problema da causalidade.

Palavras-chave


D’Alembert, Empirismo, Iluminismo, Racionalismo, Filosofia moderna, Causalidade.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/dp.v16i3.66693

Direitos autorais 2020 DoisPontos



 

Indexadores: AmeliCA, Clase, Dimension, Google Scholar. Diretórios: Academic Journal Database (JSTOR), Diadorim, Diretório Luso-Brasileiro, DOAJ, ROAD. Portais: CAPES, ScienceOpen, World Wide Science.

Qualis Periódicos - Capes: A2

 

  Todo o conteúdo desta revista está licenciado sob a Licença Internacional Creative Commons 4.0 (CC BY 4.0)