Percepção Emocional e Processamento de Informações Emocionais no Reconhecimento de Expressões Faciais: origens psicológicas do julgamento social

Leonardo Ferreira Almada

Resumo


Neste artigo, pretendemos defender a tese segundo a qual julgamentos sociais se iniciam com a percepção emocional e com o processamento de informações emocionais no reconhecimento de expressões faciais. Para tanto, revisaremos modelos que discutem (i) os mecanismos pelos quais as expressões faciais são codificadas para transmitir informações e ser percebidas pelos outros, (ii) os mecanismos perceptivos de decodificação e categorização de expressões faciais e, por fim, (iii) os mecanismos pelos quais o reconhecimento de expressões faciais geram respostas emocionais e ajustes comportamentais e, por fim, (iv) a eficiência de nosso sistema perceptual na decodificação desses processos. Com essa discussão, nossa intenção é a de (i) explicitar em que sentido nossa percepção emocional de expressões faciais é um dos principais mecanismos evolutivos de regulação da vida e que (ii) o processamento de informações emocionais é um poderoso instrumento para assegurar a sobrevivência e sustentar razoáveis interações sociais.

Palavras-chave


Percepção emocional; processamento de informações emocionais; expressões faciais; decodificação perceptiva; respostas emocionais; julgamentos sociais e morais

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/dp.v9i2.26594

Indexado por: CLASE. Citas Latinoamericanas en Ciencias Sociales y Humanidades