Prioridade e substância na metafísica de Aristóteles

Lucas Angioni

Resumo


Pretendo neste artigo analisar as noções de prioridade reconhecidas por Aristótelese examinar quais são os tipos de prioridade pelos quais ele demarca a primazia da substânciaem sua metafísica. Tentarei mostrar que a interpretação tradicional, que entende a prioridadeontológica da substância em termos de “existência independente”, não pode ser aceita.Em vez de prioridade em termos de existência, Aristóteles atribui à substância umaprioridade em termos de completude, bem como propõe certo tipo de prioridade causalexplanatóriacomo característica das substâncias de algo. Além disso, Aristóteles argumenta,contra o platonismo, que esses dois tipos de prioridade (a prioridade em termos decompletude e a prioridade causal-explanatória) não podem ser confundidos.

Palavras-chave


Ontologia; Substância; Essencialismo; Prioridade; Causalidade; Definição; Ontology; substance; essentialism; priority; causality; definition

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/dp.v7i3.14818

Direitos autorais



 

Indexadores: Clase, Dimension, Google Scholar. Diretórios: Academic Journal Database (JSTOR), Diadorim, Diretório Luso-Brasileiro, DOAJ, ROAD. Portais: CAPES, ScienceOpen, World Wide Science.

Qualis Periódicos - Capes: A2

 

  Todo o conteúdo desta revista está licenciado sob a Licença Internacional Creative Commons 4.0 (CC BY 4.0)