RELACIONAMENTO INTERPESSOAL ENTRE USUÁRIOS E PROFISSIONAIS DE SAÚDE NA ATENÇÃO PSICOSSOCIAL

Maria Cicera dos Santos de Albuquerque, Mércia Zeviani Brêda, Willams Henrique da Costa Maynart, Darlan dos Santos Damásio Silva, Elaine Cristina de Medeiros Moura

Resumo


O objetivo deste estudo foi identificar como se estabelece o relacionamento interpessoal entre usuários e profissionais de saúde, na perspectiva dos usuários de um Centro de Atenção Psicossocial tipo II em Maceió, Alagoas. Pesquisa qualitativa, exploratória, realizada no período de 2010 a 2012, coleta de dados com oito usuários. Utilizou a triangulação por meio de entrevistas semiestruturadas em profundidade, observação não participante e diário de campo. Dados tratados pela análise qualitativa de Minayo. Emergiram três categorias: 1. Olhar sensível; 2. A formação do vínculo; 3. Habilidades do profissional que atua no serviço de saúde mental. Identificou-se: relacionamento como imprescindível para atenção psicossocial; importância do olhar humano do profissional ao usuário; vínculo como amenizador do sofrimento; habilidades decisivas de escuta e atenção para estabelecer confiança. Observa-se a necessidade de trabalhar a temática do relacionamento interpessoal junto aos profissionais do serviço, a fim instrumentalizá-los sobre a criação e fortalecimento do vínculo no cuidado integral em saúde mental.

Palavras-chave


Relações interpessoais; Pacientes; Pessoal de saúde; Serviços de saúde mental; Enfermagem.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v21i3.46528 ';



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Em caso de dificuldades ou dúvidas técnicas, faça contato com cogitare@ufpr.br

Cogitare Enfermagem. ISSN Eletrônico: 2176-9133