ESTUDOS SOBRE A HISTORIOGRAFIA DA ARQUEOLOGIA MAIA

Eduardo Teixeira Akiyama

Resumo


O texto aqui apresentado é fruto de minha iniciação científica orientada pelos professores Doutores Pedro Paulo Abreu Funari e Alexandre Guida Navarro e financiada pela CNPq, edital n° 01/2007, que vigorou de 01/10/2009 a 31/07/2010. O que buscaremos abaixo é uma análise arqueológica sobre os maias. Partiremos do chamado "modelo tradicional" de análise desta civilização, em voga dos anos 1930 aos 1970, aproximadamente, e da revisão desse modelo, que se fez de então. Passaremos por importantes aspectos - como o urbanismo, a guerra, o governo como teocracia ou Estado laico e a religião - buscando compreender a construção de padrões e de modelos a partir dos escritos dos maiores expoentes dessas duas correntes arqueológicas. Ressalto que a pesquisa não teve o intuito de refutar nenhuma das obras, mas expor os méritos e as limitações dos diferentes períodos, tais quais as tecnologias, os métodos arqueológicos e até as ideologias que influenciaram cada pesquisador.


Palavras-chave


maias; povos pré-colombianos; arqueologia.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/clio.v2i1.40497

Apontamentos

  • Não há apontamentos.