SÉRIES TEMPORAIS DE EVI DO MODIS PARA O MAPEAMENTO DE USO E COBERTURA VEGETAL DO OESTE DA BAHIA

ELANE FIÚZA BORGES, EDSON EYJI SANO

Resumo


Séries temporais têm possibilitado a identificação de mudanças no uso do solo e a
discriminação de fitofisionomias. Este estudo objetivou utilizar séries temporais de
índice de vegetação realçado (EVI) da plataforma Terra Modis, filtradas pelas
técnicas de logística dupla e fração mínima de ruído (MNF) e classificadas pelo
algoritmo spectral angle mapper (SAM) para mapear o uso e cobertura vegetal do
Oeste da Bahia. Séries temporais representativas das classes: Campo sujo, Cerrado
ralo, Cerrado típico, Cerrado denso, Floresta estacional semidecidual, Floresta
estacional decidual, Vegetação secundária, Cultura agrícola e Pastagem cultivada
foram utilizadas como membros de referência na aplicação do algoritmo SAM. A
acurácia do mapeamento foi analisada por meio de imagens do satélite RapidEye e
coeficiente de concordância Kappa. O filtro de logística dupla e a MNF reduziram
significativamente os ruídos presentes nas imagens. A classificação discriminou as
classes supracitadas (índice Kappa = 0,8), todavia, baseado em dados anteriores
disponíveis na literatura, houve subestimação da Pastagem cultivada e
superestimação do Cerrado típico. Esse estudo permitiu demonstrar o potencial de séries temporais do sensor Modis para discriminar classes de uso e cobertura vegetal
representativas do Oeste da Bahia.

Palavras-chave


Índice de Vegetação; Cerrado; Minimum Noise Fraction; Spectral Angle Mapper

Texto completo:

PDF


Direitos autorais



Boletim de Ciências Geodésicas. ISSN: 1982-2170