Modelo teórico de avaliação da gestão da informação nos processos logísticos e de gestão da cadeia de suprimentos nas instituições federais de ensino superior brasileiras

Ricardo Belinski, Guilherme Francisco Frederico

Resumo


A gestão da informação pode dar suporte às decisões na gestão logística da cadeia de suprimentos de material de consumo nas Instituições de Ensino Superior Federais Brasileiras, a partir da análise dos relatórios de auditoria. A gestão de suprimentos demanda tomada de decisão a partir de informações ao longo das atividades em toda sua cadeia. Na gestão pública, a documentação de processos é prioridade, pois cabe ao gestor fazer apenas aquilo que está previsto na jurisprudência, sobretudo nas regras de licitação. Neste estudo de caso, serão analisados 20 aspectos na gestão de suprimentos das IFES a partir de documentos emitidos pelo Tribunal de Contas da União e pela auditoria interna das IFES. A validação das práticas será feita pela análise de conteúdo de relatórios de auditoria. A amostra será composta pelas IFES brasileiras que foram avaliadas nos últimos anos pelos órgãos de controle externo, incluindo documentos de levantamento das aquisições e apuração de indícios de fraudes na licitação. Entre os resultados esperados está um modelo de gestão da informação aplicada à gestão da cadeia de suprimentos que pode ser aplicada às centenas de Instituições Federais de Ensino Superior brasileiras, no contexto da licitação.

Palavras-chave


Gestão da Cadeia de Suprimentos; Gestão da Informação; Tomada de Decisão; Compras Governamentais; Logística.

Texto completo:

PDF

Referências


Angeloni, M. T. (2010). Comunicação nas organizações da era do conhecimento. São Paulo: Atlas.

Ballou, R. H. (2006). Gerenciamento da cadeia de suprimentos: logística empresarial (5a ed.). Porto Alegre: Bookman.

Bardin, L. (2004). Análise de conteúdo (3a ed.). Lisboa: Edições 70. Bowersox, D. J. (2006). Gestão logística da cadeia de suprimentos. Porto Alegre: Bookman.

Choo, C. W. (2006). The knowing organization: how organizations use information to construct meaning, create knowledge and make decisions (2nd ed.). New York: Oxford University Press.

Chopra, S., Meindl, P. (2016). Gestão da cadeia de suprimentos: estratégia, planejamento e operação (6a ed.). São Paulo: Pearson Education do Brasil.

Corrêa, H. L. (2010). Gestão de redes de suprimentos: integrando cadeias de suprimento no mundo globalizado. São Paulo: Atlas.

Davenport, T. H., & Prusak, L. (1998). Conhecimento empresarial: como as organizações gerenciam seu capital intelectual. Rio de Janeiro: Campus.

Esper, T. L., Ellinger, A. E., Stank, T. P., Flint, D. J., & Moon, M. (2010). Demand and supply integration: a conceptual framework of value creation through knowledge management. Journal Of The Academy Of Marketing Science, 38(1), 5-18. doi: 10.1007/s11747-009-0135-3

Leonard-Barton, D. (1990). A dual methodology for case studies: synergistic use of a longitudinal single site with replicated multiple sites. Organization Science, 1(3), 248-266. doi: 10.1287/orsc.1.3.248

Lopes, H., & Geraldes, E. (2017). Lei de Acesso à Informação nas universidades federais brasileiras: estado da arte e primeiros apontamentos. In Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação – INTERCOM. Recuperado de http://portalintercom.org.br/anais/nacional2017/resumos/R12-1391-1.pdf

Mesquita, W. (2015) Como os operadores da comunicação nos Institutos Federais de Educação veem a Lei de Acesso à Informação. In Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação – INTERCOM. Recuperado de http://portalintercom.org.br/anais/nacional2015/resumos/R10-0220-1.pdf

Ministério do Planejamento, Desenvolvimento. Secretaria de Gestão. (2017). Referencial de Governança e Gestão do Sistema de Serviços Gerais – SISG. Brasília. Recuperado de https://www.comprasgovernamentais.gov.br/images/conteudo/ArquivosCGNOR/SEGES_Referencial-deGovernana_FINAL.PDF

Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação. (2015). Estratégia Geral de Logística da Administração Pública Federal: EGL 2016/17. Brasília.

Schlindwein, N. (2009). Avaliação da gestão de suprimentos em hospitais: proposição de um modelo teórico aplicado nos hospitais de Santa Catarina. Dissertação de mestrado, Universidade Regional de Blumenau, Brasil. Recuperado de http://www.bc.furb.br/docs/DS/2009/337965_1_1.pdf

Senge, P. M. (2011). A quinta disciplina: arte e prática da organização que aprende (27a ed.). São Paulo: Best Seller.

Voss, C., Tsikriktsis, N., & Frohlich, M. (2002). Case research in operations management. International Journal of Operations & Production Management, 22(2), 195-219. doi: 10.1108/01443570210414329

Yin, R. (2015). Estudo de caso: planejamento e métodos (5th ed.). Porto Alegre: Bookman.




DOI: http://dx.doi.org/10.5380/atoz.v8i1.67255

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Serviços de indexação e agregadores

Web of Science
Directory of Open Access Journals
Sumários.org: sumários de revistas brasileiras
Google Acadêmico
LivRe! Portal para periódicos de livre acesso na Internet
InfoBCI
Latindex Catálogo
Bielefeld Academic Search Engine
INFOBILA: Información Bibliotecológica Latinoamericana
REDIB (Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico)
Brapci (Base de Dados Referencial de Artigos de Periódicos em Ciência da Informação Brapci (Base de Dados Referencial de Artigos de Periódicos em Ciência da Informação

Universidade Federal do Paraná
Mestrado e Doutorado Interdisciplinar em Gestão da Informação
ISSN: 2237-826X
Qualis (2013-2016):
B2 - Comunicação e Informação
B4 - Planejamento Urbano e Regional/Demografia; Saúde Coletiva; Interdisciplinar
B5 - Arquitetura, Urbanismo e Design; Engenharias III
Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional
Esta obra foi licenciada sob uma Licença
Creative Commons Atribuição 4.0 Não Adaptada