O uso do Facebook como ferramenta para o compartilhamento de atividades pedagógicas: uma experiência em uma escola pública de educação infantil

Priscila Marin Bernardi, Scheila de Avila e Silva

Resumo


Introdução: A disseminação e incorporação de mídias sociais no cotidiano
levanta a questão de seu uso como ferramentas de apoio pedagógico. Deste modo, o presente trabalho descreve uma reflexão sobre o tema tendo como base uma experiência de utilização da mídia social Facebook como mecanismo de compartilhamento de atividades pedagógicas em uma escola pública de educação infantil. Este trabalho teve como objetivo investigar o significado do compartilhamento de informações nos indivíduos desta comunidade escolar. Método: Utilizou-se análise qualitativa dos dados derivados de entrevistas e de relatos escritos pelos participantes. Resultados: O projeto envolveu todos os integrantes da comunidade escolar: professores, funcionários e responsáveis pelos alunos e, após um ano de utilização da mídia social, foram realizadas 26 postagens na página da escola e 31 no grupo secreto, aproximadamente. Os participantes internos da escola relataram benefício no fluxo de informações, enquanto que os membros externos da comunidade escolar descrevem os benefícios de acompanhar a rotina das crianças. Conclusão: Os relatos apontam para a aceitação da ferramenta tanto pelos colaboradores da instituição, quanto pela comunidade externa. Assim, percebe-se que há uma potencialidade de se  aprimorar a prática docente, além dos benefícios da utilização desta mídia social na comunicação da escola com a comunidade externa.


Palavras-chave


Compartilhamento de Conhecimento; Mídias de Redes Sociais; Práticas em educação

Texto completo:

HTML EPUB PDF

Referências


Alexa. (2015). Actionable analytics for the web. Recuperado em 8 fev. 2015, de http://www.alexa.com/

Barcelos, G. T., Passerino, L. M.,& Behar, P. A. (2011). Redes sociais na internet: Ambiente pessoal de aprendizagem na formação de professores iniciantes de matemática. Revista Novas Tecnologias na Educação, 9(1), 1–10. Recuperado de http://seer.ufrgs.br/renote/article/view/21902

Bastos, C. L., & Keller, V. (2012). Aprendendo a aprender: introdução à metodologia científica (24a. ed.). Petrópolis: Vozes.

Brasil. Ministério da Educação. (2009). Plataforma Paulo Freire. Recuperado em 17 fev. 2015, de http://freire.capes.gov.br/index/principal/

Canabarro, M. M., & Basso, L. O. (2013, 07). Os professores e as redes sociais: É possível utilizar o facebook para além do “curtir”? Revista Novas Tecnologias na Educação, 11(1). Recuperado de http://seer.ufrgs.br/index.php/renote/article/view/41625

Costa, A. M. S. N., &Ferreira, A. L. A. (2012). Novas possibilidades metodológicas para o ensino-aprendizagem mediados pelas redes sociais twitter e facebook. REnCiMa, 3(2), 136–147. Recuperado de http://revistapos.cruzeirodosul.edu.br/index.php/rencima/articleview/494

Cunha, M. C. (2009). Gestão educacional nos municípios: entraves e perspectivas. Salvador: EDUFBA. Gente Que Educa. (2015). Recuperado em 17 fev. 2015, de http://gentequeeduca.org.br/

Pessoni, A., & Akerman, M. (2014, 06). O uso das mídias sociais para fins de ensino e aprendizagem: estado da arte das pesquisas do tipo survey. Educação, Cultura e Comunicação, 5(10), 29–42. Recuperado de http://publicacoes.fatea.br/index.php/eccomarticle/view/1111

Silva, A. K. A., Correia, A. E. G. C., & Lima, I. F. (2010, jan./jun.). O conhecimento e as tecnologias na sociedade da informação. Revista Interamericana de Bibliotecología, 33(1), 213–239. Recuperado de http://www.scielo.org.co/pdf/rib/v33n1/v33n1a09.pdf

Tomaél, M. I., Alcará, A. R., & Di Chiara, I. G. (2005, maio/ago.). Das redes sociais à inovação. Ciência da Informação, 34(2), 93–104. doi: 10.1590/S0100-19652005000200010




DOI: http://dx.doi.org/10.5380/atoz.v4i2.43496

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Universidade Federal do Paraná
Mestrado e Doutorado Interdisciplinar em Gestão da Informação
ISSN: 2237-826X
Qualis (2013-2016):
B2 - Comunicação e Informação
B4 - Planejamento Urbano e Regional/Demografia; Saúde Coletiva; Interdisciplinar
B5 - Arquitetura, Urbanismo e Design; Engenharias III
Licença Creative Commons
Esta obra foi licenciada sob uma Licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Não Adaptada