Caracterização do litoral central de Pernambuco (Brasil) quanto ao processo erosivo em curto e médio-termo

Daniele Laura Bridi Mallmann, Tereza Cristina Medeiros de Araújo, Enrique López Droguett

Resumo


Este artigo tem por objetivo melhorar o entendimento acerca do processo erosivo em curso junto ao litoral central da Região Metropolitana do Recife em termos de espacialização do processo e escalas temporais envolvidas. Para tanto, foram analisadas variações de curto e médio-termo, além de revisados estudos anteriores, analisados indicadores de erosão e inventariados registros de danos noticiados nos principais jornais em circulação no estado. Os resultados obtidos mostraram que o processo não se comporta de maneira homogênea ao longo do litoral, o qual apresenta áreas de erosão intensa e outras nas quais o processo não ocorre ou é incipiente. Tampouco sob o ponto de vista temporal a área é homogênea, apresentando segmentos com distintos comportamentos da linha de costa nas diferentes escalas temporais consideradas. Ademais, foi possível observar um importante componente antrópico atuando sobre a redução da largura da pós-praia em determinados segmentos, representado pelo avanço da ocupação sobre setores do sistema praial. Os resultados do estudo evidenciaram a necessidade de se considerar a variabilidade espaço-temporal das praias estudadas antes de qualquer intervenção e demonstraram a importância de se desenvolver programas ou ações de manejo costeiro que preconizem a manutenção/restauração dos setores do sistema praial, uma das principais demandas ambientais atuais na região. 


Palavras-chave


: Gerenciamento costeiro; linha de costa; resiliência

Texto completo:

PDF

Referências


Anfuso G., Dominguez L., Gracia F.J. 2007. Short and medium-term evolution of a coastal sector in Cadiz, SW Spain. Catena, 70: 229–242.

Araújo R.C.B. 2007. As praias e os dias: história social das praias de Olinda e do Recife. Fundação de Cultura Cidade do Recife, Recife, 547p.

Brasil. 2002. Projeto Orla: Fundamentos para Gestão Integrada. Secretaria de Qualidade nos Assentamentos Humanos, Brasília, 78p.

Costa J.E.R. 2002. Morfodinâmica praial do município de Paulista-PE. Monografia de Especialização em Oceanografia, Departamento de Oceanografia, Universidade Federal de Pernambuco.

Costa M.B.S.F., Pontes P.M., Araujo T.C.M. 2008. Monitoramento da Linha de Preamar das Praias de Olinda - PE (Brasil) como Ferramenta à Gestão Costeira. Revista da Gestão Costeira Integrada, 8: 101-112.

Costa M.T.S.P., Oliveira N.M.G.A. 2009. Avaliação geoambiental da zona costeira do bairro de Candeias, Pernambuco. Mercator, 8(17): 163-179.

Costa M.B.S.F., Mallmann D.L.B., Pontes P. M., Araujo, M. 2010. Vulnerability and impacts related to the sea level rising in the Metropolitan Center of Recife, Brazil. Pan-American Journal of Aquatic Sciences, 5: 341-349.

Développement Durable des Zones Côtières Européennes - Deduce Project. 2014. Indicators Guidelines to adopt an indicators-based approach to evaluate coastal sustainable development. 97p. Disponível em: Acesso em:10 fevereiro 2014.

Del Río J.L., Lopez de Armentia A.M., Álvarez J.R., Ferro G., Bó M.J., Martínez Arca J., Camino M.A. 2007. Shoreline retreat at the Gulf San Matías, Argentina. Thalassas, 23:43–51.

Duarte R.X. 2002. Caracterização Morfo-sedimentológica e evolução de curto e médio prazo das praias do Pina, Boa Viagem e Piedade, Recife/Jaboatão dos Guararapes-PE. Dissertação de Mestrado. Pós-graduação em Geociências, Departamento de Geociências, Universidade Federal de Pernambuco, 141p.

Environmental Systems Research Institute, Inc. (ESRI). 2009. ArcGIS. Professional GIS for desktop, versão 9.2. CA.

Esteves L.S., Williams J.J., Dillenburg S.R. 2006. Seasonal and interannual influences on the patterns of shoreline changes in Rio Grande do Sul, Southern Brazil. Journal of Coastal Research, 22:1076–1093.

European Commission. 2004. Living with Coastal Erosion in Europe – Sediment and Space for Sustainability. Luxembourg: Office for Official Publications of the European Communities, 40 p.

Financiadora de Estudos e Projetos/Universidade Federal de Pernambuco - FINEP/UFPE. 2009. Monitoramento Ambiental Integrado – MAI-PE. Relatório Final – Vols. 1, 2 e 3, Recife, 485p.

Fisner M. 2008. Percepção dos Usuários sobre os Efeitos das Obras de Proteção de Costa nas Praias de Casa Caiada (Olinda) e Janga (Paulista). Dissertação de Mestrado, Pós-graduação em Oceanografia, Departamento de Oceanografia, Universidade Federal de Pernambuco, 133p.

Gregório M.N. 2010. Evolução da Linha de Costa e Caracterização da Plataforma Continental Interna Adjacente à Cidade do Recife – PE. Tese de Doutorado. Pós-graduação em Oceanografia, Departamento de Geociências, Universidade Federal de Pernambuco, 173p.

Gregório M.N., Araújo T.C.M. 2008. Interannual Morphological Changes of Boa Viagem Beach - Northeast Coast of Brazil. Boletim Paranaense de Geociências, 62:61-84.

Harari J., França C.A.S., Camargo R. 2008. Variabilidade de longo termo de componentes de maré e do nível médio do mar na costa brasileira. Disponível em: http://www.mares.io.usp.br/aagn/ aagn11/ressimgf_versao2008.pdf> Acesso em: 15 maio 2013.

Jimenez J.A., Sancho-Garcia A., Bosom E., Valdemoro H. I., Guillén J. 2012. Storm-induced damages along the Catalan coast (NW Mediterranean) during the period 1958–2008. Geomorphology, 143-144: 24-33.

Manso V.A.V., Toldo Jr. E., Medeiros C., Almeida L.E.S.B. 2006a. Perfil praial de equilíbrio da praia de Serinhaém, Pernambuco. Revista Brasileira de Geomorfologia, Uberlândia, 2(1):45- 49.

Manso V.A.V., Coutinho P.N., Guerra N.C., Soares J.R. 2006b. In: Pernambuco. Muehe D. (ed.) Erosão e progradação do litoral brasileiro. Ministério do Meio Ambiente Brasília, 179-196p.

Merlotto A., Bertola G.R., Isla F.I., Cortizo L.C., Piccolo M.C. 2014. Short and medium-term coastal evolution of Necochea Municipality, Buenos Aires province, Argentina. Environmental Earth Science, 71:1213–1225.

Muehe D. 2010. Mudança do clima e efeitos possíveis sobre as praias. Anais da 62ª Reunião Anual da SBPC, Natal, RN. Disponível em: . Acesso em: 09 agosto 2013.

Neves F.N., Muehe D. 1995. Potential impacts of sea level-rise on the Metropolitan Region of Recife, Brazil. Journal of Coastal Research, SI 14: 116-131.

Pedrosa F.J.A. 2007. Aspectos da Evolução da Linha de Costa e da Paisagem Litorânea do Município de Olinda entre 1915 e 2004: Evidências do Tecnógeno em Pernambuco. Tese de Doutorado. Pós-graduação em Geociências, Departamento de Geociências, Universidade Federal de Pernambuco, 175p.

Pereira L.C.C., Coutinho P.N., Macêdo S.J., Costa R.A.A.M. 1996. Efeitos de estruturas de proteção costeira nas praias de Casa Caiada e Rio Doce-PE, Brasil. Trabalhos Oceanográficos, 24:19-37.

Pereira L.C.C. 1998. Hidrodinâmica e sedimentologia da praia de Casa Caiada-PE, Brasil. Dissertação de Mestrado, Pós-graduação em Oceanografia, Departamento de Oceanografia, Universidade Federal de Pernambuco, 154p.

Pereira L.C.C., Jiménez J.A., Costa R.M.A., Medeiros C. 2003. The influence of the environmental status of Casa Caiada and Rio Doce beaches (NE-Brazil) on beaches users. Ocean & Coastal Management, 46: 1011-1030.

Pilkey O.H., Cooper A. 2004. Society and sea level rise. Science, 303:1781-1782.

Pontes P.M. 2008. Morfologia e Sedimentologia das Praias do Litoral Sul do Município de Olinda – PE. Dissertação de Mestrado, Pós-graduação em Oceanografia, Departamento de Oceanografia, Universidade Federal de Pernambuco, 119p.

Ramstorf S. 2007. A semi-empirical approach to projecting future sea-level rise. Science, 315: 368-370.

Rollnic M. 2002. Hidrologia, Clima de Onda e Transporte Advectivo na Zona Costeira de Boa Viagem, Piedade e Candeias – PE. Dissertação de Mestrado, Pós-graduação em Oceanografia, Departamento de Oceanografia, Universidade Federal de Pernambuco, 111p.

Rudorff F.M., Bonetti J. 2010. Avaliação da suscetibilidade à erosão costeira de praias da Ilha de Santa Catarina. Brazilian Journal of Aquatic Science and Technology, 14: 9-20.

Santos U.S.T. 2008. Avaliação Geoambiental das Praias do Município de Jaboatão dos Guararapes, Região Metropolitana do Recife. Dissertação de Mestrado, Pós-graduação em Oceanografia, Departamento de Oceanografia, Universidade Federal de Pernambuco, 125p.

Souza C.R.G. 2001. Coastal erosion risk assessment, shoreline retreat rates and causes of coastal erosion along the State of São Paulo coast, Brazil. Revista Pesquisas em Geociências, 28(2): 459-474.

Universidade Federal de Pernambuco - UFPE. 2005. Monitoramento Ambiental Integrado – Avaliação dos Processos de Erosão Costeira nos Municípios de Paulista, Olinda, Recife e Jaboatão dos Guararapes. Projeto de Pesquisa, 27p.




DOI: http://dx.doi.org/10.5380/abequa.v5i2.36281

Quaternary Environmental Geosciences