Padrões e tendências a médio prazo da contaminação por resíduos sólidos na praia de Boa Viagem, Nordeste do Brasil

Jacqueline Santos Silva-Cavalcanti, Maria Christina Barbosa Araujo, Monica Ferreira Costa

Resumo


A quantidade, diversidade e composição do lixo encontrado ao longo de uma praia arenosa do nordeste do Brasil (praia de Boa Viagem) foram descritos neste trabalho. Variações temporais e espaciais da contaminação por lixo marinho depositados na linha do deixa num período de três anos foram examinadas. As amostras foram coletadas durante as estações seca (janeiro, fevereiro, março) e chuvosa (junho, julho, agosto) de 2005 a 2007. A praia foi amostrada uma vez por mês para contagem e classificação de todos os itens visíveis dentro de um transecto com 1m de largura centrado na linha do deixa. Foram encontradas diferenças significativas na diversidade e quantidade de lixo marinho encontrado ao longo das duas estações do ano. Um total de 165.882 itens foram depositados na praia de Boa Viagem. A categoria plástico representou 74,3% dos resíduos sólidos encontrados na praia de Boa Viagem. A quantidade de plástico foi significativamente maior (p <0,05) do que a matéria orgânica e madeira. Diferenças significativas (p <0,05) foram observadas na diversidade de lixo durante eventos de El Niño. Estas análises destacam os problemas que devem ser abordados na gestão futura de áreas de praia.

Palavras-chave


lixo marinho; padrão de contaminação; praias tropicais; linha do deixa

Texto completo:

PDF

Referências


Araújo M.C.B., Costa M.F.C. 2008. Environmental quality indicators for recreational beaches classification. Journal of Costal Research, 24 (6):1439-1949.

Araújo M.C.B., Costa M.F.C. 2007. An analysis of the riverine contribution to the solid waste contamination of an isolated beach at the Brazilian Northeast. Management of Environmental Quality, 18(1):6-12.

Araújo M.C.B., Costa M.F.C. 2006a. Ideal width transects for monitoring source-related categories of plastics on beaches. Marine Pollution Bulletin, 52: 957-961.

Araújo M.C.B., Costa M.F.C. 2006b. Municipal services on Tourist beaches: cost and benefits of solid waste collection. Journal of Coastal Research, 22(5):1070-1075.

Araújo M.C.B., Costa M.F.C. 2004. Quali-quantitative analysis of the solid waste at Tamandaré Bay, Pernambuco, Brazil. Tropical Oceanography, 32(2):159-170.

Ballance A., Ryan P.G., Turpie J.K. 2000. How much is a clean beach worth? The impact of litter on beach users in the Cape Peninsula, South Africa. South African Journal of Science, 96:210-213.

Debrot O.A., Bradshaw J.E., Tiel A.B. 1995. Tar contatmination in Curaçao, Netherlands Antilles. Marine Pollution Bulletin, 30:689-693.

Dias-Filho M.J.O., Silva-Cavalcanti J.S., Araujo M.C.B., Silva A.C.M. 2011a. Avaliação da Percepção Pública na Contaminação por Lixo Marinho de acordo com o Perfil do Usuário: Estudo de Caso em uma Praia Urbana no Nordeste do Brasil Revista da Gestão Costeira Integrada 11(1):49-55 / Journal of Integrated Coastal Zone Management, 11(1):49-55.

Dias-Filho M.J.O., Araujo M.C.B., Silva-Cavalcanti J.S., Silva A.C.M. 2011b. Contaminação da praia de Boa Viagem (Pernambuco-Brasil) por lixo marinho: relação com o uso da praia. Arq. Ciên. Mar, Fortaleza, 44 (1):36-39.

Galgani F., Leaute J.P., Moguedet P., Souplets A., Verin Y., Carpentier A., Goraguer H., Latrouite D., Andral B., Cadiou Y., Mahe J.C., Poulard J.C., Nerisson P. 2000. Litter on the sea floor along Europeans Coast. Marine Pollution Bulletin, 40 (6):516-527.

Gondra A.P.X., Tinoco S.C.B., Costa M.F. 2007. Análise preliminar das condições de balneabilidade das praias do litoral de Pernambuco, Nordeste do Brasil, de abril de 2005 a novembro de 2006. In: XII COLACMAR, 2007, Florianópolis. XII COLACMAR, 2007. p. 1-4.

Gregório M. das N., Araújo T.C.M. 2003. Caracterização volumétrica das praias do Pina e da Boa Viagem, Recife (PE) – Brasil. IX Congresso da Associação Brasileira de Estudos do Quaternário.Recife-PE.

Hess N.A., Ribic C.A., Vining I. 1999. Benthic marine debris, with an emphasis on fishery-related items, sorrounding Kodiak Island, Alaska, 1994-1996. Marine Pollution Bulletin, 38 (10): 885-890.

Józwiak T. 2005. Tendencies in the number of beverage containers on the Polish coast in the decade from 1992-2001. Marine Pollution Bulletin, 50:87-90.

Leite A.P. de A. 2009. Levantamento ambiental e pesqueiro dos rios Jaboatão e Pirapama no estado de Pernambuco, Brasil. Dissertação (Mestrado em Recursos Pesqueiros e Aquicultura) – Universidade Federal Rural de Pernambuco. 67 p.

Morishige C., Donohue M.J., Flint E., Swenson C., Woolaway C. 2007. Factors affecting marine debris deposition at French Frigate Shoals, Northwestern Hawaiian Islands Marine National Monument, 1990–2006. Marine Pollution Bulletin, 54, (8):162-1169.

Nóbrega A.S. de C. 2011. Fontes de contaminação no estuário do rio Capibaribe, Pernambuco. Monografia. Bacharelado em Ciências Biológicas. Universidade Federal de Pernambuco. 48p.

Portz L., Manzolli R.P., Ivar do Sul J.A. 2011. Marine debris on Rio Grande do Sul north coast, Brazil: spatial and temporal patterns. Journal of Integrated Coastal Zone Management, 11, (1):41-48.

Ribic C. 1998. Use of indicator items to monitor marine debris on a New Jersey beach from 1991 to 1996. Marine Pollution Bulletin, 36 (11):887-891.

Rollnic M., Medeiros C. 2004. Circulation of the Coastal Waters off Boa Viagem, Piedade and Candeias Beaches-PE, Brazil . In: 8th International Coastal Symposium, 2004, Itajaí, SC. Anais 8th International Coastal Symposium,. Itajaí : UNIVALI, 2004. 1:40-40.

Rollnic M. 2008. Dinâmica das ondas e circulação no litoral da região metropolitana do Recife: implicações para o transporte de sedimentos e estabilidade da costa. Tese de Doutorado. Universidade Federal de Pernambuco. 124.p

Santos I.R., Friedrich A.C., Barreto F.P. 2005. Overseas garbage pollution on beaches of Northeast Brazil. Marine Pollution Bulletim, 50(7):783-786.

Silva-Iñiguez L., Fischer D.W. 2003. Quantification and classification of marine litter on the municipal beach of Ensenada, Baja California, Mexico. Marine Pollution Bulletin, 46, 132–135.

Silva J.S., Barbosa S.C.T., Leal M.M.V., Lins A.R., Costa M.F. 2006. Ocupação da praia da Boa Viagem (Recife/PE) ao longo de dois dias de verão: um estudo preliminar. Pan-American Journal of Aquatic Sciences, 1(2), 91-97.

Silva J.S., Leal M.M.V., Araújo M.C.B., Barbosa S.C.T., Costa M.F. 2008. Spatial and temporal patterns of use of Boa Viagem beach, Northeast Brazil. Journal of Coastal Research, 24 (1):79-86.

Silva-Cavalcanti J.S., Araújo M.C.B., Costa M.F. 2009. Plastic litter an urban beach- a case study in Brazil. Waste Management & Research, 27(1):93-97.

Smith R.A. 1981. Beach resorts: a model of development evolution: implications for management of resources. Canadian Geographer, 24(1):5-12.

Soares A.M., Costa M.F., Silva J.S., Araújo M.C.B. 2007. Contaminação da linha do deixa da praia da Boa Viagem (Recife-PE) por resíduos sólidos no verão de 2005: uma nova metodologia de avaliação. In: XII COLACMAR, 2007, Florianopolis. XII COLACMAR, 2007. p. 1-4.

Tourinho P.S., Ivar do Sul J.A., Fillmann G. 2007. Long term assessment of marine debris at Cassino beach, Rio Grande do Sul, Brazil. In: Anais da XIX Semana de Oceanografia.

Tourinho P.S., Filmann G. 2011. Temporal trend of litter contamination at Cassino beach, Southern Brazil. Journal of Integrated Coastal Zone Management, 11(1):97-102..

Vieira B.P., Dias D., Hanazaki N. 2011. Homogeneidade de encalhe de resíduos sólidos em um manguezal da Ilha de Santa Catarina, Brasil. Journal of Integrated Coastal Zone Management, 11(1):21-30.

Walker T.R., Reid K., Arnould J.P.Y., Croxall J.P. 1997. Marine debris surveys at Bird Island, South Georgia 1990-1995. Marine Pollution Bulletin, 34(1):61-65.




DOI: http://dx.doi.org/10.5380/abequa.v4i1-2.25691

Quaternary Environmental Geosciences