Merleau-Ponty leitor de Freud

Alex Moura

Resumo


Este artigo busca tematizar o modo pelo qual Merleau-Ponty estabelece uma reflexão e um diálogo sobre Freud já em suas primeiras obras, especialmente em A Estrutura do Comportamento e a Fenomenologia da Percepção. Concentrando-nos, sobretudo, na problematização da noção de inconsciente e, com ela, do estatuto da consciência, o que se pretende mostrar é como o filósofo, ao mesmo tempo que recusa certa perspectiva de leitura do pensamento freudiano, aproxima-se e recorre a ele por meio de um horizonte próprio de compreensão.   


Palavras-chave


Merleau-Ponty; Freud; inconsciente; consciência; estrutura; sexualidade

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/dp.v13i3.46948