A Internet das Coisas aplicada ao conceito de eficiência energética: uma análise quantitativo-qualitativa do estado da arte da literatura

Arildo Antônio Sônego, Roderval Marcelino, Vilson Gruber

Resumo


Introdução: A Internet das Coisas corresponde a um novo paradigma, que imputa aos objetos a capacidade de disponibilizar informações a respeito de seu funcionamento e ao ambiente no qual tais objetos estão inseridos, caracterizando-se como abrangentes e diversificados os universos de prováveis aplicações a ela relacionadas. Em uma época em que se evidenciam ações e discussões dedicadas à sustentabilidade e ao meio ambiente, este artigo objetiva apurar o estado atual das pesquisas envolvendo a Internet das Coisas associado ao conceito de “eficiência energética”. Método: Tendo como referência a base de dados Scopus procedeu-se uma revisão sistemática da literatura, acompanhada de uma análise quantitativo-qualitativa. Foram aferidas informações no período compreendido entre os anos de 2001 a 2016, além da análise das cinquenta publicações com maiores citações. Resultados: Constatou-se a existência de 895 documentos relacionados aos assuntos pesquisados. Contudo, poucos (foram identificados sete documentos) discorrem sobre a efetiva aplicação da Internet das Coisas à “eficiência energética”. Conclusão: Além de se determinar o estado da arte das pesquisas a nível mundial dos temas propostos, foi possível ratificar os conceitos a eles associados, bem como identificar as publicações mais relevantes, para que possam servir de referência e ponto de partida a outros trabalhos do gênero.


Palavras-chave


Internet das Coisas (IoT); Eficiência energética; Tecnologias de informação e comunicação (TIC)

Texto completo:

HTML EPUB PDF

Referências


Atzori, L., Iera, A., & Morabito, G. (2010, Oct.). The Internet of Things: A survey. Computer Networks, 54(15), 2787–2805. doi: 10.1016/j.comnet.2010.05.010

Aziz, A. A., Sekercioglu, Y. A., Fitzpatrick, P., & Ivanovich, M. (2013). A survey on distributed topology control techniques for extending the lifetime of battery powered wireless sensor networks. IEEE Communications Surveys Tutorials, 15(1), 121–144. doi: 10.1109/SURV.2012.031612.00124

Barros, T. H. C. (2011). Tecnologias da informação e comunicação (TICs) na educação: professores - mediadores - mentores (Dissertação de Mestrado em Meios e Processos Audiovisuais, Universidade de São Paulo, São Paulo). Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/27/27161/tde-12032013-161611/pt-br.php

Bobadilla, J., Ortega, F., Hernando, A., & Gutiérrez, A. (2013, July). Recommender systems survey. Knowledge-Based Systems, 46, 109–132. doi: 10.1016/j.knosys.2013.03.012

Bohlen, H. P., & Wright, E. L. (2004). An improved concept for a higher-order mode IOT. In Fifth IEEE International Vacuum Electronics Conference (p. 311–). doi: 10.1109/IVELEC.2004.1316335

Burattini, M. P. T. C. (2008). Energia: uma abordagem multidisciplinar. São Paulo: Livraria da Física.

Empresa de Pesquisa Energética. (2015). Balanço Energético Nacional 2015 – Ano base 2014: Relatório Síntese. Rio de Janeiro: EPE. Recuperado de https://ben.epe.gov.br/downloads/S%C3%ADntese%20do%20Relat%C3%B3rio%20Final_2015_Web.pdf

Ferreira, H. G. C. (2014). Arquitetura de Middleware para Internet das Coisas (Dissertação de Mestrado em Engenharia Elétrica, Universidade de Brasília, Brasília). Recuperado de http://repositorio.unb.br/handle/10482/17251

Freire, P. S. (2013). Aumente a qualidade e a quantidade de suas publicações científicas: manual para elaboração de projetos e artigos científicos. Curitiba: Crv.

Gogliano Sobrinho, O. (2013). Serviço de resolução e descoberta de informações sobre objetos em sistemas baseados em RFID (Tese de Doutorado em Engenharia, Universidade de São Paulo, São Paulo). Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3141/tde-16102013-162918/pt-br.php

Goldemberg, J., & Lucon, O. (2012). Energia, meio ambiente e desenvolvimento (3a. ed.). São Paulo: EDUSP.

Hancke, G. P., de Carvalho e Silva, B., , & Junior, G. P. H. (2012). The role of advanced sensing in smart cities. Sensors, 13(1), 393–425. doi: 10.3390/s130100393

Hinrichs, R. A., Kleinbach, M., & Reis, L. B. (2015). Energia e meio ambiente (5a. ed.). São Paulo: Cengage Learning.

Huang, J., Meng, Y., Gong, X., Liu, Y., & Duan, Q. (2014). A novel deployment scheme for Green Internet of Things. IEEE Internet of Things Journal, 1(2), 196–205. doi:10.1109/jiot.2014.2301819

Kamienski, C., Borelli, F., Biondi, G., Rosa, W., Pinheiro, I., Zyrianoff, I., ... Pramudianto, F. (2015). Context-aware energy efficiency management for smart buildings. In 2015 IEEE 2nd World Forum on Internet of Things (WF-IoT) (p. 699–704).

Kurose, J. F., & Ross, K. W. (2013). Redes de computadores e a internet: uma abordagem top-down (6a. ed.). São Paulo: Pearson.

Lacerda, F. (2015). Arquitetura da informação pervasiva: projetos de ecossistemas de informação na internet das coisas (Tese de Doutorado em Ciência da Informação, Universidade de Brasília, Brasília). Recuperado de http://repositorio.unb.br/handle/10482/19646

Lacerda, F., & Lima-Marques, M. (2015). Da necessidade de princípios de arquitetura da informação para a internet das coisas. Perspectivas em Ciência da Informação, 20(2), 158–171. doi: 10.1590/1981-5344/2356

Lamberts, R., Ghisi, E., Pereira, C. D., & Batista, J. O. (2010). Casa eficiente: consumo e geração de energia. Florianópolis: UFSC LabEEE.

Morandi, M. I. W. M., & Camargo, L. F. R. (2015). Revisão sistemática da literatura. In A. Dresch, D. P. Lacerda, & J. A. V. Antunes Junior (Eds.), Design science research: método de pesquisa para avanço da ciência e tecnologia (p. 141–172). Porto Alegre: Bookman.

Nascimento, M. H. R. (2011). As tecnologias da informação e comunicação - TICs influenciam o desempenho acadêmico? (Dissertação de Mestrado em Economia, Universidade Católica de Brasília, Brasília). Recuperado de https://bdtd.ucb.br:8443/jspui/bitstream/123456789/454/1/Manoel%20Henrique%20Reis%20Nascimento.pdf

Oliveira, I. P. (2015). Eficiência energética em sistemas de energia elétrica: um estudo de caso em uma indústria de lubrificantes (Dissertação de Mestrado em Eficiência Energética e Sustentabilidade, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Campo Grande). Recuperado de http://repositorio.cbc.ufms.br:8080/jspui/bitstream/123456789/2602/1/IGORPETRIDEOLIVEIRA.pdf

Palz, W. (2002). Energia solar e fontes alternativas. Curitiba: Hemus.

Pereira, C. D. (2010). Introdução. In R. Lamberts, E. Ghisi, C. D. Pereira, & J. O. Batista (Eds.), Casa eficiente:consumo e geração de energia (p. 17–21). UFSC LabEEE: Florianópolis.

Pinho, J. A. G. (2011). Sociedade da informação, capitalismo e sociedade civil: reflexões sobre política, internet e democracia na realidade brasileira. RAE: Revista de Administração de Empresas, 51(1), 98–106. doi: 10.1590/S0034-75902011000100009

Roméro, M. A., & Reis, L. B. (2012). Eficiência energética em edifícios. Barueri: Manole.

Sampieri, R. H., Collado, C. F., & Lucio, M. P. B. (2013). Metodologia de pesquisa (5a. ed.). Porto Alegre: Penso.

Sato, S. K. (2015). Mobilidade, comunicação e consumo: expressões da telefonia celular em Angola, Brasil e Portugal (Tese de Doutorado em Comunicação, Universidade de São Paulo, São Paulo). Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/27/27153/tde-01062015-163806/pt-br.php

Serafim, E. (2014). Uma estrutura de rede baseada em tecnologia IoT para atendimento médico a pacientes remotos (Dissertação de Mestrado em Ciência da Computação, Faculdade Campo Limpo Paulista, Campo Limpo Paulista). Recuperado de http://www.cc.faccamp.br/Dissertacoes/Edivaldo_2014.pdf

Sheng, Z., Yang, S., Yu, Y., Vasilakos, A. V., Mccann, J. A., & Leung, K. K. (2013). A survey on the ietf protocol suite for the internet of things: standards, challenges, and opportunities. IEEE Wireless Communications, 20(6), 91–98. doi:10.1109/mwc.2013.6704479

Siekkinen, M., Hiienkari, M., Nurminen, J. K., & Nieminen, J. (2012). How low energy is bluetooth low energy? comparative measurements with ZigBee/802.15.4. In 2012 IEEE Wireless Communications and Networking Conference Workshops (p. 232–237). doi: 10.1109/wcncw.2012.6215496

Tao, F., Zuo, Y., Xu, L., LV, L., & Zhang, L. (2014). Internet of Things and BOM-based life cycle assessment of energy-saving and emission-reduction of products. IEEE Transactions on Industrial Informatics, 10(2), 1252–1261. doi: 10.1109/tii.2014.2306771

Trsic, M., & Fresqui, M. C. (2012). Curso de química para engenharia. Barueri: Manole.

Wu, G., Talwar, S., K., J., Himayat, N., & Johnson, K. D. (2011). M2M: from mobile to embedded internet. IEEE Industrial Electronics Magazine, 49(4), 36–43. doi: 10.1109/mcom.2011.5741144

Yu, X., Cecati, C., Dillon, T., & Simões, M. G. (2011). The new frontier of smart grids. IEEE Industrial Electronics Magazine, 5(3), 49–63. doi: 10.1109/mie.2011.942176

Zeng, D., Guo, S., & Cheng, Z. (2011). The Web of Things: A survey. Journal of Communications, 6, 424–438. doi:10.4304/jcm.6.6.424-438




DOI: http://dx.doi.org/10.5380/atoz.v5i2.47860

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Universidade Federal do Paraná
Mestrado Interdisciplinar em Ciência, Gestão e Tecnologia da Informação
ISSN: 2237-826X
B4 - Planejamento Urbano e Regional/Demografia; Saúde Coletiva
B5 - Ciências Sociais Aplicadas I; Arquitetura e Urbanismo
Licença Creative Commons
Esta obra foi licenciada sob uma Licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Não Adaptada