Juventude e educação para a democracia: relatos de egressos do Parlamento Jovem Brasileiro

Lúcio Meireles Martins, Antonio Teixeira de Barros

Resumo


RESUMO Introdução: O objetivo do artigo é analisar relatos de egressos do Parlamento Jovem Brasileiro (PJB), iniciativa de simulação parlamentar promovida anualmente, desde 2004, pela Câmara dos Deputados, a partir da seguinte questão: como os jovens avaliam os impactos educativos do PBJ em sua formação política? Entre alguns diferenciais em relação aos estudos já apresentados sobre o tema destacam-se o fato de se tratar de um estudo qualitativo, com ênfase para a voz dos próprios jovens; refere-se a um período mais amplo, compreendendo dez anos; tem como objeto o legislativo federal e aborda um leque maior de questões. Métodos: A pesquisa foi realizada em novembro de 2014 por meio de questionário online. Dentre os 763 participantes de 10 edições (2004-2013), 173 responderam (22,67%). Resultados: Os resultados indicam que, além da formação política proporcionada pela experiência de simulação parlamentar, outros aspectos formativos são destacados nos relatos dos egressos, como capacidade analítica, maior compreensão da política e da atividade parlamentar. Discussão: Destaca-se a relevância da educação política, considerada como esteio para a construção social e política de uma cultura cívica capaz de sustentar os regimes democráticos. O estudo procura, portanto, contribuir para essa discussão, a partir dos efeitos do PJB.

PALAVRAS-CHAVE: educação política; política e juventude; projetos de simulação parlamentar; Parlamento Jovem Brasileiro; Câmara dos Deputados.

 

ABSTRACT Introduction: This article analyzes narratives of young graduates of the Brazilian Young Parliament (BYP), an initiative of parliamentary simulation promoted annually, since 2004, by the Brazilian House of Representatives. The text focuses on the following question: how do young people evaluate the impacts of the BYP in their political education? Some of the differentials of the studies already presented on this subject stand out because it is a qualitative study, with an emphasis on the voice of the youth themselves; it refers to a longer period, comprising ten years; it has as its object the federal legislature and addresses a wider range of issues, beyond political trust. Methods: The survey was conducted in 2014 using an online questionnaire sent to 763 participants in 10 editions (2004-2013) and received 173 answers (22.67%). Results: The results show that besides the political formation provided by the parliamentary simulation, the participants indicate other formative aspects, such as the development of their analytical skills and a better comprehension of politics and legislative activity. Discussion: The article highlights the relevance of political education, considered as a basis for the construction of a civic culture capable of supporting democratic regimes. The study seeks to contribute to this discussion based on the effects of BYP.

KEYWORDS: polítical education; politics and youth; parliamentary simulation projects; Brazilian Youth Parliament; Chamber of Deputies.


Texto completo:

PDF


Revista de Sociologia e Política. ISSN: 0104-4478 (versão impressa)
1678-9873 (versão online)