A ESQUERDA E OS IMPASSES DA TRANSIÇÃO PARA A DEMOCRACIA NO PÓS-GUERRA (1945-1946)

Evaristo Giovannetti Netto

Resumo


Procura-se neste artigo revisitar e analisar criticamente o quadro político do pós-guerra, contrapondo o projeto democratizante varguista em que se insere o PCB ao projeto elitista e excludente proposto pelos liberais opositores do Estado Novo. Dessa maneira, devemos dimensionar os efeitos da deposição de Getúlio Vargas sobre os rumos da democratização e os limites em que se circunscreveu a autonomia da Assembléia Constituinte de 1946 e, dentro e fora dela, da ação dos comunistas e seus embates com outros agrupamentos de esquerda.


Texto completo:

PDF


Revista de Sociologia e Política. ISSN: 0104-4478 (versão impressa)
1678-9873 (versão online)