DA REVOLUÇÃO DE 30 AO GOLPE DE 37:A DEPURAÇÃO DAS ELITES

Dulce Chaves Pandolfi, Mario Grynszpan

Resumo


Este artigo tem o objetivo de relativizar análises correntes segundo as quais haveria uma relação de continuidade e necessidade entre a Revolução de 30 e o Estado Novo. Para tanto, procura demonstrar como, ao longo do período, atores estratégicos foram sendo excluídos ou incluídos em função de questões e configurações de força que se apresentavam a cada momento, em um intenso processo de depuração das elites.


Texto completo:

PDF


Revista de Sociologia e Política. ISSN: 0104-4478 (versão impressa)
1678-9873 (versão online)