DOSSIÊ RECRUTAMENTO POLÍTICO E SELEÇÃO DE CANDIDATOS NAS DEMOCRACIAS CONTEMPORÂNEAS

Maria do Socorro Sousa Braga, Bruno Bolognesi

Resumo


Na vasta bibliografia especializada sobre os
fenômenos político-partidários a relação entre
recrutamento político e seleção de candidatos foi,
quase sempre, tratada como duas esferas que estavam
temporalmente e objetivamente interligadas. Nesses
estudos a seleção de candidatos era, na verdade, uma
das dimensões do processo de formação das elites
políticas. Com o advento do neo-institucionalismo, a
separação entre seleção de candidatos e recrutamento
político se tornou mais evidente. Isso se deu em função
da percepção de que instituições determinam o
comportamento dos atores e não só que as instituições
são formadas por eles. Essa separação puramente
analítica permitiu que os estudos dos processos de
seleção de candidatos se descolassem dos de
recrutamento, criando assim uma nova frente de
pesquisas.


Texto completo:

PDF


Revista de Sociologia e Política. ISSN: 0104-4478 (versão impressa)
1678-9873 (versão online)