Open Journal Systems

EMPRESÁRIOS E AÇÃO POLÍTICA NO CONTEXTO DAS REFORMAS PARA O MERCADO: O CASO DA AVIAÇÃO COMERCIAL

Cristiano Fonseca Monteiro

Resumo


O artigo aborda as transformações no estilo de atuação política do empresariado do setor de aviaçãocomercial no Brasil, analisando o padrão dos períodos anteriores e posteriores às reformas para o mercado.Especialmente a partir dos anos 1960, os empresários constituíram um padrão de atuação de naturezabastante particularista, marcado por uma relação direta com a burocracia estatal responsável pelo controleda atividade (o Departamento de Aviação Civil, ligado ao Ministério da Aeronáutica). Essa aproximaçãopermitiu que os empresários desfrutassem de uma situação de mercado privilegiada, em um modeloregulatório voltado para as estabilidades financeira e operacional das poucas empresas existentes. Com aredemocratização, esse modelo passou a ser crescentemente desafiado. As políticas de combate à inflação,o questionamento do controle exercido pelos militares sobre o setor, o retorno dos trabalhadores à cenapolítica, assim como a chegada ao poder de uma elite tecnocrática disposta a extinguir as conexões entreEstado e agentes econômicos, obrigaram os empresários a redefinir as suas estratégias. Assim, são analisadosdiferentes momentos da atuação empresarial na década de 1990 e nos primeiros anos do novo século,procurando mostrar como o novo ambiente, marcado pela incerteza política e pela crise econômica, abreespaço para posturas menos particularistas, acenando para questões como a competitividade das empresase a maior abertura a fóruns públicos de interlocução, apostando mesmo no diálogo com trabalhadores eoutros atores sociais.

Palavras-chave


empresários; ação política; aviação comercial brasileira; reformas para o mercado.

Texto completo:

PDF