O DIREITO À CIDADE ARBORIZADA: A ARBORIZAÇÃO URBANA COMO INDICADOR DA SEGREGAÇÃO SOCIOECONÔMICA EM BELÉM DO PARÁ

Gabriel Villas Boas de Amorim Lima, Marina Morhy Pereira, Carlos Roberto Ribeiro Junior, Luiz Eduardo Chaves de Azevedo, Ivan Roberto Santos Araújo

Resumo


A constituição de áreas verdes em Belém do Pará sempre esteve associada às dinâmicas socioeconômicas que consolidaram o binômio centro-periferia. Destarte, este estudo relacionou qualitativamente a implantação e manutenção de espaços verdes urbanos aos perfis socioeconômicos da “cidade das mangueiras”, investigando se a arborização planejada estaria associada à dinâmica imobiliária de áreas economicamente atrativas. Metodologicamente, utilizou-se uma compilação de pesquisas sobre a arborização urbana juntamente com registros georreferenciados para constatar a dicotomia socioambiental existente. Os resultados indicaram que áreas centrais possuem sistemas arbóreos planejados e de grande porte, demarcando paisagisticamente territórios elitizados. Ademais, identificou-se que o atual desenvolvimento arbóreo é delineado por interesses imobiliários de capitalização do solo urbano, produzindo espaços verdes como instrumentos de valorização e distinção socioeconômica - fenômeno denominado privilégio verde. Nas periferias, a arborização é não planejada, pontual e arbustiva, dificultando a criação de espaços socioambientais adequados, destacando que a ocorrência arbórea disforme desenvolve problemas de saúde pública, lazer e incompatibilidade com as redes de infraestrutura. Assim, concluiu-se que o direito à cidade arborizada, derivação ecológica da teoria de Lefebvre (1991), distancia-se da realidade belenense ao evidenciar o privilégio verde sobreposto às políticas públicas de bem-estar socioambiental, indicando a concepção de um modelo dicotômico de urbanização.


Palavras-chave


Cidade das Mangueiras; Espaços Verdes Urbanos; Privilégio Verde; Dicotomia Socioambiental; Valorização Imobiliária

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/revsbau.v15i1.69694

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.