COMPOSIÇÃO FLORÍSTICA E ECOLOGIA DE EPÍFITAS VASCULARES NA PRAÇA CENTRAL DO MUNICÍPIO DE MAR DE ESPANHA, MINAS GERAIS, BRASIL

Selma dos Santos Kaeser, Berenice Chiavegatto, Paulo Sergio Bordoni Ulguim, Samyra Gomes Furtado, Luiz Menini Neto

Resumo


Considerando a importância ecológica das epífitas vasculares e a escassez de estudos em áreas verdes urbanas, objetivou-se avaliar a flora epífita através do estudo da composição florística e sua estratificação vertical na praça Barão de Ayuruoca, no município de Mar de Espanha, Minas Gerais. Os parâmetros calculados foram frequências relativa e absoluta, índice de diversidade de Shannon (H’) e uniformidade de Pielou (J). Foram registradas 49 espécies distribuídas em 17 famílias nas 229 árvores amostradas. As famílias mais ricas encontradas foram Bromeliaceae (nove espécies), representando 52% das ocorrências e Polypodiaceae (sete espécies) e 33% das ocorrências. As espécies mais frequentes foram Tillandsia recurvata e T. tricholepis (Bromeliaceae) encontradas em 186 e 182 forófitos, respectivamente e Pleopeltis pleopeltifolia (Polypodiaceae) em 144. A maioria das espécies se enquadrou na categoria epífita acidental (18 espécies) e a maioria das ocorrências foi na copa das árvores. Desse modo, os resultados reforçam a capacidade de algumas espécies de Bromeliaceae e Polypodiaceae ocorrerem em ambiente com intervenção humana, além da provável interferência da perturbação antrópica nas categorias ecológicas (onde se destacam as espécies acidentais) e estratificação (com maior ocorrência na copa das árvores).


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/revsbau.v15i1.69351

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.