PERCEPÇÃO AMBIENTAL DA POPULAÇÃO SOBRE A ARBORIZAÇÃO URBANA NA CIDADE BARRA BONITA – SP

Guilherme Munhoz Guerreiro, Bianca Gêa, Marcos Vinícius Bohrer Monteiro Siqueira

Resumo


A matriz urbana é composta por diversos aspectos que avaliam o bem-estar da sociedade, entre esses, a arborização possui destaque no ordenamento territorial e na qualidade de vida da população; ao mesmo tempo sofre intempéries pela falta de gestão e de planejamento. As diferentes formas de percepção relacionadas à degradação do meio ambiente e aos conflitos gerados, suscitam compreensões e sentimentos que acabam por determinar outra realidade. A percepção ambiental da arborização urbana se reflete junto à expansão demográfica a partir da ausência de ligação entre natureza e cidade. A partir de um questionário semiestruturado, objetivou-se realizar uma análise com abrangência quantitativa e qualitativa da percepção ambiental com 127 moradores de quatro bairros da cidade de Barra Bonita, estado de São Paulo, Brasil. Os dados obtidos e analisados indicaram que os moradores possuem boa percepção ambiental, sendo que 63,78% dos entrevistados disseram conhecer o tema relacionado a cobertura de arborização ;50% dos moradores classificaram a cidade como pouco arborizada, apontando e reconhecendo a importância de realizar a adequação dessa questão sob aspectos como sombreamento e melhora de temperatura, destacando estarem dispostos a contribuir de modo financeiro bem como no planejamento, manutenção e conservação da arborização, para que se possam realizar melhorias necessárias.


Palavras-chave


Flora Urbana; Planejamento urbano; Políticas públicas; Qualidade de vida

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/revsbau.v15i1.68091

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.