PERCEPÇÃO AMBIENTAL DA POPULAÇÃO SOBRE A ARBORIZAÇÃO URBANA DO BAIRRO CENTRO NO MUNICÍPIO DE AREALVA, SÃO PAULO

Carolina Garcia de Almeida, Bianca Cristina Costa Gêa, Marcos Vinícius Bohrer Monteiro Siqueira

Resumo


As árvores no meio urbano geram melhor qualidade de vida, valorizando a beleza estética das ruas, conforto térmico e preservação da biodiversidade. Entender como a população visualiza seu ambiente pode auxiliar o município na gestão da arborização. O trabalho objetivou analisar a percepção ambiental dos moradores em relação à arborização urbana do município de Arealva-SP. A coleta de dados foi baseada em um grupo amostral, composto por 115 moradores escolhidos aleatoriamente, na área central da cidade, através de um formulário. Entre os dados obtidos destaca-se que 49,57% dos participantes classificaram sua rua como pouco arborizada, 50,43% elegeram a sombra como maior vantagem, 37,4% elegeram problemas com a rede elétrica como maior desvantagem, 60,8% responsabilizaram a arborização urbana à prefeitura e à população. Os dados mostraram o conhecimento limitado dos moradores sobre o tema, uma vez que apontaram como principais vantagens sombra (50,43%) e redução de calor (23,48%). Uma pequena parcela de 12,17% dos indivíduos amostrados conseguiram relatar as diferentes vantagens que as árvores proporcionam, como beleza estética e preservação da biodiversidade. A semelhança de dados obtidos em outras cidades da região, a ação do poder público local poderia mudar a qualidade da arborização e consecutivamente a percepção ambiental dos moradores.


Palavras-chave


Áreas verdes urbanas; Educação ambiental; Qualidade de vida; Planejamento urbano.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/revsbau.v14i3.66714

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.