VARIAÇÃO DA ESTRUTURA HORIZONTAL DE COBERTURA VEGETAL NA ÁREA URBANA DE SANTA MARIA (RS) ENTRE 1980 e 2011

Daniel Borini Aves, Adriano Severo Figueiró

Resumo


O presente artigo objetiva analisar a variação da estrutura horizontal da cobertura vegetal na área urbana de Santa Maria (RS), por meio do mapeamento e mensuração da dinâmica distributiva de vegetação na cidade nas últimas décadas. A análise foi feita com base em um levantamento aerofotogramétrico de janeiro de 1980, composto por um mosaico de 173 fotografias aéreas, e fragmentos da imagem Geoeye, de alta resolução espacial, de 21/09/2011, extraída do software Google Earth 6.1. Os materiais foram georreferenciados e processados junto ao software Spring 5.1.7, que permitiu a geração dos mapeamentos, analisados considerando a variação da cobertura vegetal nas unidades de bairros e Regiões Administrativas atuais da cidade. De forma geral, observa-se uma perda de 12,38% da cobertura vegetal total da cidade nesses 31 anos, onde se contabilizaram perdas de 4,6% da vegetação arbórea. Em algumas áreas, como na Região Administrativa Centro Urbano, os bairros perderam cerca de 20% de cobertura vegetal total, sendo aproximadamente 15% de perdas de cobertura vegetal arbórea. Acredita-se que a compreensão desses processos permite identificar as áreas onde as perdas de cobertura vegetal na cidade ocorreram com maior intensidade, o que possibilita o estabelecimento de diretrizes de gestão que auxiliem na elaboração de um planejamento urbano e ambiental que considere uma melhor distribuição dos espaços verdes e suas funcionalidades.

Palavras-chave


Paisagem urbana; vegetação; gestão ambiental; urbanização

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/revsbau.v9i1.66593

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.