MOBILIÁRIO URBANO DE PRAÇAS DE DIFERENTES LINHAS PAISAGÍSTICAS BRASILEIRAS

Jennifer Viezzer, Daniela Biondi, Allan Rodrigo Nunho dos Reis, Severo Ivasko Júnior

Resumo


As áreas verdes brasileiras podem ser classificadas em três linhas projetuais paisagísticas - eclética, moderna, e contemporânea - cada uma com características distintas de mobiliário. Esta pesquisa buscou conhecer os mobiliários das praças de Curitiba, Paraná, e analisá-los em referência às características típicas de cada linha paisagística, visando verificar se o mobiliário expressa a evolução do paisagismo brasileiro. O objetivo deste estudo foi analisar o mobiliário das praças do município por linha dominante em sua época de criação. Para isso, um inventário de 20% das praças foi realizado, totalizando 32 praças amostradas. A avaliação visual dos mobiliários existentes nas praças foi realizada em relação às suas categorias, características e quantidades. Foram encontradas 26 categorias de mobiliário, sendo iluminação, bancos e lixeiras as mais frequentes. Monumentos e chafarizes, elementos característicos da linha eclética, apareceram em maior frequência nas praças criadas durante seu domínio, enquanto parquinhos, academias de ginástica e quadras esportivas, elementos característicos da linha contemporânea, apareceram em maior frequência nas praças criadas durante esta época. Em grande parte, as praças de Curitiba apresentaram características distintas e seus mobiliários representam as linhas paisagísticas brasileiras dominantes em sua época de criação.


Palavras-chave


Paisagismo brasileiro; paisagismo eclético; paisagismo contemporâneo; monumentos; chafariz.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/revsbau.v14i2.66583

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.