DIVERSIDADE, FITOSSANIDADE E ADEQUAÇÃO DA ARBORIZAÇÃO AO AMBIENTE URBANO EM UM BAIRRO NA CIDADE DE OURINHOS, SP, BRASIL

Carolina da Silva e Souza, Pavel Dodonov, Rafael Bécheri Cortez

Resumo


A arborização e áreas verdes presentes nas cidades realizam diversos serviços ambientais , tais como melhoria da qualidade do ar e do micro clima, melhoria da paisagem, manutenção do ciclo da água e fornecimento de alimentos e abrigo para a avifauna. Foram avaliadas as árvores do bairro urbano Vila Margarida na cidade de Ourinhos, SP, com a mensuração de três medidas morfométricas, do vigor e da adequação ao ambiente de todos os indivíduos arbóreos, assim como o tipo de poda. Foram constatadas 30 espécies de árvores, sendo que as 20 espécies mais abundantes representaram 97% dos indivíduos; a abundância relativa de cada espécie foi descrita pelo modelo "log-series". Cerca de 40% das árvores estavam em conflito com redes de fiação elétrica e 62% das árvores apresentavam danos causados pelo homem e por fatores naturais. Concluiu-se que a arborização deste bairro é deficiente tanto em abundâncias relativas das espécies quanto em sua adequação ao ambiente urbano. Propõe-se que o poder público tenha uma participação mais ativa na arborização urbana visando corrigir os problemas encontrados. Também propõe-se que sejam desenvolvidas atividades educativas com a população.

Palavras-chave


Arborização; Poda; Fiação elétrica; Abundância relativa de espécies

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/revsbau.v7i4.66545

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.