AVALIAÇÃO TEMPORAL DO CRESCIMENTO DA MANCHA URBANA NO SETOR OESTE DA RESERVA DA BIOSFERA DO CINTURÃO VERDE (RBCV)

Julia Rodrigues Leite, Paulo Renato Mesquita Pellegrino, Adão Aparecido Lanzieri Modesto

Resumo


O presente artigo refere-se a um estudo onde foi realizada uma avaliação temporal do crescimento urbano, por classificação supervisionada de imagens do satélite Landsat 5 em quatro momentos entre 1975 e 2010, no setor Oeste da RBCV. Buscouse relacionar a expansão urbana com a supressão da vegetação ocorrida no período. Foram produzidos quatro mapas sobre o uso do solo nas quatro datas avaliadas, além de gráficos e tabelas para a discussão dos resultados. Dois mapas resultantes da avaliação, sobre as Áreas de Maior Supressão da Vegetação e Concentração do Crescimento Urbano foram elaborados. O primeiro indicou as áreas em que, em cada momento avaliado, tiveram fragmentos de vegetação de porte florestal suprimidos. O segundo trouxe a interpretação da morfologia de crescimento urbano que se caracteriza por assumir uma forma radial, seguindo os eixos das principais rodovias ampliando as suas possibilidades de conexões e de propagação de seus impactos até áreas mais periféricas da Metrópole.

Palavras-chave


Classificação supervisionada; Máxima verossimilhança; Análise temporal da paisagem; Infraestrutura verde urbana; Planejamento ecológico da paisagem

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/revsbau.v7i4.66542

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.