DANOS DE Pygiopachymerus lineola (Chevrolat, 1871) (COLEOPTERA: CHRYSOMELIDAE: BRUCHINAE) EM SEMENTES DE CHUVA-DE-OURO (Cassia fistula L.) UTILIZADAS NA ARBORIZAÇÃO URBANA DE SANTA MARIA, RS

Jardel Boscardin, Ervandil Corrêa Costa, Juliana Garlet, Augusto Bolson Murari

Resumo


O presente trabalho objetivou identificar e caracterizar os danos ocasionados a sementes de Cassia fistula L. (Fabaceae) (chuva-de-ouro) por um inseto granívoro. Com este intuito, de setembro a outubro de 2010 foram coletadas 100 vagens, diretamente de 10 árvores utilizadas na arborização urbana de Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil. Posteriormente, as vagens foram encaminhadas ao laboratório e depositadas em cubas de vidro cobertas por uma tela. Após o surgimento dos adultos, foi quantificado o total de sementes sadias, chochas e predadas contido nas vagens. O conteúdo das sementes, que foi consumido pelo inseto, foi obtido pela diferença de peso entre sementes sadias predadas, pesadas em cinco lotes contendo 100 sementes cada. As médias dos lotes de sementes sadias e predadas foram comparadas através do teste de Tukey, em nível de 5% de probabilidade. A partir dos dados levantados, constatou-se que Pygiopachymerus lineola (Chevrolat, 1871) (Coleoptera: Chrysomelidae: Bruchinae) foi responsável pelo ataque de 53,7 % de um total de 3.991 sementes avaliadas, com um consumo médio significativo de 64,6% do peso destas sementes. Desta forma, o referido ataque compromete a germinação das sementes de forma irreversível, afetando a produção de mudas.

Palavras-chave


entomologia florestal; árvore ornamental; inseto sitófago

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/revsbau.v7i4.66539

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.