AVALIAÇÃO DA QUALIDADE AMBIENTAL DA ARBORIZAÇÃO DE RUAS NOS BAIRROS ALDEOTA E MESSEJANA, FORTALEZA/CE

Renata Leite da Silva Freire, Adeildo Cabral da Silva, João Medeiros Tavares Júnior

Resumo


O processo de urbanização de uma cidade causa desequilíbrio ambiental, tanto no meio biótico como abiótico, ocasionando sérios transtornos à população e a sua qualidade de vida. Este trabalho apresenta uma avaliação da qualidade ambiental da arborização urbana em seis ruas localizadas nos bairros Aldeota e Messejana do município de Fortaleza. A pesquisa foi realizada utilizando análise quantitativa por meio de um inventário da arborização. Foram identificadas variáveis relacionadas à qualidade ambiental da arborização urbana. Os resultados mostraram que a arborização urbana, nas ruas estudadas, apresentou problemas em suas condições físico-sanitárias, ocasionados pela incompatibilidade das espécies vegetais plantadas no espaço disponível, provenientes de uma implantação da arborização sem orientação técnica e sem um manejo adequado, gerando insatisfação e transtornos para a população e tornando a arborização urbana pouco funcional em seus benefícios ambientais.

Palavras-chave


Gestão Pública, inventário da arborização, qualidade de vida.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/revsbau.v7i2.66525

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.