INVENTÁRIO DAS ÁRVORES URBANAS DA CIDADE DE REGISTRO-SP

Marcelo Vieira Ferraz

Resumo


A vegetação arbórea é de suma importância para as áreas urbanas por produzir uma série de benefícios aos seus habitantes. Este trabalho teve como objetivo realizar o levantamento das árvores urbanas da cidade de Registro-SP. Dezoito alunos do curso de agronomia da UNESP de Registro foram divididos em nove grupos para coleta de dados de todas as árvores existentes numa amostra de 147 quadras do município (26,4% do total). Foram obtidos dados referentes à identificação, dimensão, biologia e entorno das espécies. Foram encontradas 558 árvores em 15,1 km de vias amostradas (37 indivíduos/km), das quais 486 (87,2%) eram espécies exóticas e 72 (12,8%) eram nativas. As famílias mais frequentemente identificadas foram Aracaceae (63/11,4%), Bignoniaceae (56/10,1%), FabaceaeCaesalpinoidea (49/8,86%) e Moraceae (49/8,86%). A mediana da altura das espécies foi de 4 metros, variando de 0,35 a 17 metros. Em relação ao estado geral, 166 (29,7%) árvores foram consideradas ótimas, 256 (47,9%) boas, 118 (21,1%) regulares e 18 (3,2%) péssimas. A maioria das árvores estava plantada em calçadas (466/83,5%) sendo as demais encontradas em praças, canteiro e pavimento (56/10,0%, 35/6,27% e 1/0,18%, respectivamente). Das espécies estudadas, 108 (19,4%) apresentavam afloramento da raiz nas calçadas e 13 (2,35%) apresentavam sinais de vandalismo. O município de Registro-SP apresenta um número de árvores por km de vias muito abaixo do recomendado; de maneira geral, as espécies estavam em bom estado de conservação e havia predomínio de espécies exóticas.

Palavras-chave


: Arborização urbana, paisagismo urbano e meio ambiente

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/revsbau.v7i2.66523

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.