ARBORIZAÇÃO URBANA NA CIDADE DE SÃO JOSÉ DO CERRITO, SC: DIAGNÓSTICO E PROPOSTA PARA ÁREAS DE MAIOR TRÂNSITO

Renato Pinheiro, Eduardo Franchin, Roberta Sabatino Ribeiro, Wagner Wolff, Ana Carolina da Silva, Pedro Higuchi

Resumo


As árvores que compõem a arborização urbana exercem importantes funções ecológicas e melhoram a harmonia estética das cidades. Este trabalho teve como objetivos diagnosticar a arborização urbana das áreas de maior trânsito na cidade de São José do Cerrito, SC, detectar possíveis problemas na arborização atual, identificar locais não arborizados e propor soluções para melhorar a arborização existente. Para isso, foram avaliadas as ruas da cidade com maior fluxo de pedestres e de veículos e as praças centrais, onde as árvores foram identificadas, mensuradas e avaliadas quanto a sua ocupação no espaço, presença de injúrias e condições fitossanitárias. Foi encontrada baixa riqueza de espécies, com a predominância de Ligustrum japonicum Thunb., espécie exótica plantada e conduzida de forma inadequada, devida a interferência nas calçadas e na fiação elétrica. A sugestão é que se faça a retirada de grande parte das árvores existentes, mantendo somente as nativas e algumas exóticas com valor histórico. A substituição deve ser feita por espécies nativas adaptadas à região que, além de fornecer melhorias estéticas à cidade, irão auxiliar na manutenção da biodiversidade florística da Floresta Ombrófila Mista e na atração da fauna local, fornecendo alimento e habitat.

Palavras-chave


Arborização urbana, Ligustrum japonicum, Planalto Catarinense

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/revsbau.v4i4.66449

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.