A ARBORIZAÇÃO DO CAMPUS DA UESPI- POETA TORQUATO NETO EM TERESINA - PI: DIAGNÓSTICO E MONITORAMENTO

Idaílis Santana Costa, Roselis Ribeiro Barbosa Machado

Resumo


O objetivo do presente trabalho foi avaliar as condições físicas e a distribuição espacial dos indivíduos existentes na arborização do Campus Poeta Torquato Neto da Universidade Estadual do Piauí-UESPI. O campus ocupa uma área de 126.491m2, sendo 15.272,97m2 de área construída e 29.950,45m de área pavimentada. Tomou-se uma distribuição total da área em 09 subáreas feitas de forma aleatória. Amostras botânicas foram coletadas e herborizadas para posterior identificação. Através do levantamento realizado foram registradas 46 espécies vegetais e 20 famílias botânicas, sendo a Arecaceae a família mais representativa com 08 espécies. Dentre as espécies amostradas, a mais abundante foi a Mangifera indica Linn. (com 186 indivíduos – 23,5% do total dos indivíduos), seguido pela Tabebuia avellanidae Lor. (com 69 indivíduos – 8,7% do total dos indivíduos); entre as menos abundantes estão a Orbygnia speciosa Mart. e Tamarindus indica L. (com 01 indivíduo cada – 0,1%do total dos indivíduos). O percentual de cobertura arbórea calculada a partir da área de projeção de copas foi de 30,17%. Os dados demonstram a necessidade de implantação imediata das ações de manejo e monitoramento para a arborização local, o que propiciará benefícios ambientais e paisagísticos, além do bem – estar à população que veicula na área.

Palavras-chave


arborização, monitoramento, UESPI

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/revsbau.v4i4.66447

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.