ANÁLISE QUANTITATIVA DA ARBORIZAÇÃO URBANA DE LAVRAS DA MANGABEIRA, CE, NORDESTE DO BRASIL

João Tavares Calixto Júnior, Gregório Mateus Santana, José Augusto Lira Filho

Resumo


O objetivo desse trabalho foi analisar de forma quantitativa a arborização aparentemente homogênea presente na sede do município de Lavras da Mangabeira, Sul do Ceará (6º45' S; 38º 58'W, 239 m de altitude.). Foi realizado inventário do tipo censo (100%) e feitas coletas de material botânico das espécies encontradas nas ruas, avenidas, praças e em terrenos de órgãos públicos e privados da cidade (escolas, hospital, fórum, bancos, etc.), sendo levantadas 2784 árvores distribuídas em 22 espécies, 21 gêneros e 9 famílias botânicas. Verificou-se a presença predominante das espécies Ficus benjamina(42,42%), Senna siamea (26,90%) e Azadiractha indica (23,63%) perfanzendo um total de 92,95% do total de indivíduos existentes na arborização urbana. Tais números demonstram acentuada homogeneidade de indivíduos, o que acentua o risco de perdas do percentual arbóreo por um eventual ataque de pragas, caracterizando uma situação não recomendável e que pode ser evitada por meio de um melhor planejamento de plantio. A realização do trabalho servirá posteriormente de suporte para uma reestruturação e remodelamento do aspecto paisagístico do município.

Palavras-chave


Arborização urbana, Lavras da Mangabeira, diversidade florística

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/revsbau.v4i3.66425

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.