ESTUDO DA PERCEPÇÃO DA POPULAÇÃO SOBRE A ARBORIZAÇÃO URBANA, NO MUNICÍPIO DE ALEGRE-ES

Samira Murelli de Souza, Ariana de Lima Cardoso, Aderbal Gomes da Silva

Resumo


Este estudo teve como objetivo avaliar a percepção ambiental dos moradores sobre a arborização urbana em quatro bairros do município de Alegre, Espírito Santo. A metodologia baseou-se em um questionário, com questões objetivas e do tipo aberta. A aplicação dos questionários foi por amostragem sistemática, a cada cinco residências, participando uma pessoa por residência. O total de entrevistados foi definido a partir do cálculo de 10%, do número de moradias existentes em cada bairro analisado, obtendo-se ao todo, 113 indivíduos participantes. Os resultados demonstraram que a população investigada reconhece a importância da arborização urbana na qualidade de vida e na qualidade ambiental da cidade. As principais funções da arborização viária para a população foram a produção de sombra e redução do calor. A principal desvantagem ressaltada foi a sujeira provocada pelas folhas e frutos nas ruas e calçadas. Por outro lado, formas inadequadas de colaboração foram verificadas, apesar de a maioria da população investigada enfatizar que a responsabilidade pela arborização de Alegre, cabe à Prefeitura Municipal. Como prioridade, verifica-se a necessidade de se criar programas de educação ambiental, visando ressaltar a importância da preservação da arborização, para a manutenção da biodiversidade da cidade de Alegre, ES.

Palavras-chave


Percepção ambiental, árvores, qualidade ambiental.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/revsbau.v8i2.66423

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.