COMPARAÇÃO QUALI-QUANTITATIVA DA ARBORIZAÇÃO EM ESPAÇOS PÚBLICOS DA CIDADE DE ARAPIRACA-AL

Rosineide Nascimento da Silva, Marcos Antônio Silvestre Gomes

Resumo


O objetivo deste estudo foi analisar comparativamente a qualidade e a quantidade da arborização em seis espaços públicos situados nos bairros Cacimbas e Primavera e dois na área central da cidade de Arapiraca-Alagoas. Para a comparação foram consideradas a riqueza amostral, a abundância e o estado geral de conservação arbórea (satisfatório ou insatisfatório). As hipóteses testadas foram: I. A riqueza amostral de árvores difere entre os espaços públicos; II. A abundância de árvores difere entre os locais estudados; III. O estado geral da arborização varia com os locais. Para o levantamento foi aplicado um formulário quali-quantitativo e realizada a coleta de material botânico para identificação taxonômica através de bibliografia especializada. Foram registradas 424 árvores de 30 espécies, porém a riqueza amostral e a abundância apresentaram diferenças significativas entre os espaços públicos (P<0,001). Também verificaram-se diferenças entre os locais com arborização satisfatória e insatisfatória (P<0,001), resultante da ocorrência de formigas, fungos, cupins e outros, além da prática de poda nas árvores, injúrias/agressões mecânicas e conflitos com equipamentos urbanos. Os resultados indicam que a arborização tornou-se um elemento para usufruto de parcelas específicas da população, tendo em vista sua configuração socioespacial diferenciada no espaço urbano.

Palavras-chave


Estratificação arbórea; Áreas verdes urbanas; Fitossanidade.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/revsbau.v8i2.66419

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.