REFLEXOS DA EVOLUÇÃO URBANA SOBRE A ARBORIZAÇÃO EM ERECHIM, SUL DO BRASIL

Michele de Oliveira, Camila Peretti, Jean Carlos Budke, Suzana Cyrino dos Santos, Thiely Corazza, Solange Gomes, Franciele Rosset de Quadros, Vanderlei Secretti Decian, Elisabete Maria Zanin

Resumo


O conhecimento da maneira pela qual a arborização urbana é planejada contribui para a compreensão da sociedade e de sua relação com o ambiente, sendo fundamental para a organização e manejo eficiente da arborização contemporânea. Em vista disso, o presente trabalho buscou responder a duas questões principais: como a arborização urbana foi conduzida em Erechim, Rio Grande do Sul, ao longo de sua história e quais fatores influenciaram nesta condução. Para responder a estas questões, realizou-se uma revisão bibliográfica da história do município e uma análise de fotografias de diversos pontos da cidade desde a época da colonização até os dias atuais. Os primeiros registros fotográficos relacionados à arborização urbana de Erechim datam da década de 1920. Verificou-se que nas décadas de 1920 a 1970 predominaram o uso de espécies exóticas e de formas simétricas e lineares, com estilo paisagístico fortemente associado à colonização europeia. A partir da década de 1980, verificou-se maior uso de espécies da flora regional, culminando com a maior valorização de espécies nativas no final do período.

Palavras-chave


paisagem urbana; planejamento urbano; vias públicas.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/revsbau.v8i2.66418

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.