ARBORIZAÇÃO DOS BAIRROS ALTO BRANCO, LAURITZEN E SANTO ANTÔNIO, CAMPINA GRANDE/PB: UM ESTUDO COMPARATIVO

Ivan Coelho Dantas, Thiago Pereira Chaves, Delcio de Castro Felismino, Vânia Maria Gomes Ferreira

Resumo


Devido à falta de planejamento e de consciência ambiental por parte da população, a arborização urbana não tem recebido a importância devida, o que acarreta uma série de danos causados pelas árvores, as quais, quase sempre, são retiradas ou substituídas. Este trabalho teve como objetivo realizar um inventário quali-quantitativo das espécies existentes na arborização em ruas, avenidas e praças dos bairros do Alto Branco, Lauritzen e Santo Antônio da cidade de Campina Grande – PB, e comparar os resultados com os dos inventários realizados em 1998 e em 2000. A coleta de dados foi realizada através de visitas “in loco” percorrendo ruas, avenidas e praças, sendo inventariadas todas as árvores a partir de 1,5 metros. Foram catalogadas 1.698 árvores no bairro do Alto Branco, 771 no Lauritzen e 559 no Santo Antônio, representando, respectivamente, um aumento de 97,9%, 64,0%, e 36,1% no número de espécimes com relação ao inventário de 1998. A espécie de maior destaque foi Ficus benjamina L. com aumento acentuado de 2.215,8%, em número de espécimes plantados, principalmente em calçadas, mesmo sendo inadequados para arborização das mesmas.

Palavras-chave


Inventário; Bairros de Campina Grande; Impacto ambiental

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/revsbau.v6i2.66398

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.